Início » Finanças » Comparadores de preços online? Conheça quais!
Finanças Finanças Pessoais Nacional

Comparadores de preços online? Conheça quais!

Comparadores de preços online

De modo a ajudá-lo a fazer da vontade de poupança uma realidade em 2022, fizemos uma lista de comparadores de preços online que vão ajudá-lo a fazer as contas e a acabar o ano com uma carteira mais recheada.

Apesar do relaxamento das medidas de mitigação da pandemia terem aberto uma janela de oportunidade às famílias portuguesas, a forte subida da inflação pode baralhar as contas que fizemos e é aí que um comparador de preços online entra para dar uma ajuda na poupança.

Principais sites de comparadores de preços online

Uma das primeiras ações que quem quer poupar deve tomar é perceber para onde vai o dinheiro que gasta mensalmente. De modo a facilitar esta tarefa, existem dezenas de ferramentas disponíveis, começando pela muito útil folha de cálculo, altamente configurável e acabando nos múltiplos comparadores que podem ser encontrados online e que, entre outras coisas, lhe permitem calcular quanto gasta em eletricidade e gás mensalmente ou qual o supermercado onde se praticam os preços mais baixos.

  • Comparador de preços da ERSE (eletricidade e gás)

Nascida há dois anos, esta ferramenta de comparação de preços da ERSE (Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos) reúne informação de mais de 370 tarifários, de um total de 24 comercializadores na eletricidade e de nove comercializadores no gás natural, de forma a ajudar os consumidores domésticos a comparar todas as ofertas comerciais disponíveis no mercado liberalizado de eletricidade e de gás natural em Portugal continental.

Por exemplo, caso tenha uma potência contratada de 3,45 kVA e um consumo anual de 1 900 kWh, a oferta de preço mais baixo que vai encontrar neste comparador resulta numa fatura mensal de 33,08 euros, enquanto a oferta mais cara pode implicar um custo de mais de 10 euros ao mês.

Garante a ERSE que as poupanças podem chegar a 10 euros por mês só em eletricidade, ou seja, 120 euros por ano. Caso reduza o escalão da potência contratada pode adicionar ainda uma poupança anual de mais 22 euros perfazendo um total de quase 150 euros de redução potencial na fatura energética anual.

  • Comparador EPAL (água)

Quem quiser conhecer o seu perfil enquanto consumidor de água, pode dirigir-se ao site da EPAL (Empresa Portuguesa das Águas Livres) e fazer uso do simulador de consumo de água que lá se encontra.

De modo a perceber quanto gasta e como pode diminuir a sua fatura mensal em água, deve inserir todos os dados relativos ao seu consumo de água na casa de banho, cozinha, jardim e piscina, caso se aplique ao seu caso, no simulador.

Depois de feita a simulação e com os dados obtidos em mãos, compare os gastos com o consumo considerado ideal para cada situação. Consulte, igualmente, a lista de recomendações que lhe é fornecida para conseguir reduzir a fatura e obter preços competitivos.

  • Comparador de poupança da ANACOM (Telecomunicações)

Através do simulador de poupança presente no site da ANACOM, entidade reguladora das comunicações em Portugal, vai poder simular consumos de Internet, televisão, telefone móvel, telefone fixo e serviços combinados e perceber onde pode poupar, bem como também consultar os diversos tarifários existentes.

Para poder simular o consumo de um serviço combinado deverá indicar:

  1. os serviços que deseja contratar;
  2. o código postal da zona onde o pacote de serviços será utilizado;
  3. prestadores de serviços e tarifários que pretende incluir na simulação;
  4. o tipo de consumo de Internet;
  5. os canais de televisão que quer adquirir;
  6. o tipo de tarifário que tenciona utilizar no telefone móvel e fixo;
  7. o tipo de consumo de chamadas e SMS.
  • Comparador DECO (Compras de supermercado)

Apesar de inevitáveis, as compras de supermercado não têm, obrigatoriamente, de ser um elemento desestabilizador do seu orçamento mensal. De modo a ajudar os consumidores a escolherem os supermercados mais baratos para fazerem as suas compras, a Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (Deco) disponibiliza no seu site um simulador que permite encontrar o supermercado mais barato.

Para fazer uso desta ferramenta, deve indicar o distrito, concelho e o tipo de cabaz que lhe interessa (completo ou personalizado – congelados, mercearia, limpeza da casa, fruta ou legumes).

Subscreva para receber o mais recente conteúdo sobre finanças e campanhas especiais.

Publicidade

Publicidade