Início » Finanças » Quanto custa construir uma piscina em casa?
Finanças Finanças Pessoais Nacional

Quanto custa construir uma piscina em casa?

piscina

O tempo quente convida a um mergulho, mas como nem todos os portugueses têm uma praia ou rio à mão que o permitam, construir uma piscina em casa passa a ser uma ideia a ponderar, mas quanto custará? É o que vamos descobrir já de seguida.

Tipos de piscinas e respetivos custos

  • Piscinas de alvenaria

Começamos com aquele tipo de piscinas que entendemos como clássicas: as piscinas de alvenaria.

Este tipo de piscina que se caracteriza por ter uma base de betão e um revestimento de azulejo são, por norma, a opção mais cara, mas também a que mais resiste ao tempo e ao desgaste.

Além da maior durabilidade em relação aos outros tipos de piscina que vamos analisar, as piscinas de alvenaria reside no facto de poderem assumir o tamanho e formato desejado. Por ser muito personalizável, entre os 10 e os 30 mil euros, é quanto custa fazer uma piscina de alvenaria.

  • Piscinas de fibra de vidro

Para além de serem mais rápidas de instalar do que as piscinas de alvenaria, as piscinas de fibra de vidro são também muitos mais baratas no que toca a piscinas de maiores dimensões.

A rapidez na sua montagem deve-se ao facto de estas serem piscinas pré-fabricadas, fator que, no entanto leva a que este tipo de piscinas não sejam facilmente personalizáveis.

Em termos gerais, uma piscina deste género pode atingir os 5 mil euros a que deve somar os custos de instalação da piscina no seu jardim ou quintal.

  • Piscinas de superfície

Em aço ou PVC, as piscinas de superfície são cada vez mais a opção preferida dos portugueses que não se querem dar ao trabalho de fazer grandes obras. Há opções de piscinas grandes, em aço, a rondar os dois mil euros ou piscinas um pouco mais pequenas, normalmente de PVC, entre os 300€ e os 500€.

Estes preços, contudo, podem ser inflacionados em função do tamanho da piscina, os materiais, o tipo de montagem e até o local onde se compram.

  • Piscinas insufláveis

Caso não possua um espaço muito grande em casa onde colocar a piscina, pode optar por uma piscina insuflável, ainda mais pequena, que lhe pode ficar por poucas dezenas de euros (dependendo do tamanho).

Estas são as piscinas mais baratas do mercado, mas também as mais modestas e menos resistentes, uma vez que são feitas de borracha ou plástico. 

Custos adicionais

Dependendo do tipo de piscina que venha a adquirir, há também que ter em conta os custos de manutenção. Entre custos com eletricidade (para fazer funcionar as bombas de limpeza e, eventualmente, iluminar a piscina à noite) e produtos diversos para manter a qualidade da água, conte com uma fatura a rondar os 250€ por mês, no verão. Caso queira ter alguém a tratar da sua piscina, deverá ainda acrescentar esse valor à conta.

Para além destes custos com a manutenção, prepare-se para poder ver a sua conta de IMI agravada, uma vez que as piscinas, tal como as garagens ou sistemas de climatização, são considerados elementos de qualidade e conforto e, como tal, contam para o cálculo do Imposto Municipal sobre Imóveis.

Assim, o IMI para quem tem piscina será maior do que em imóveis sem este equipamento. Contudo, há piscinas, que pelas suas características, não implicam um agravamento do IMI.

De acordo com a alínea f) do n.º2 do artigo 43.º do Código do IMI, “considera-se piscina qualquer depósito ou reservatório de água para a prática da natação desde que disponha de equipamento de circulação e filtragem de água”.

Assim, caso tenha uma piscina que se enquadre nesta definição, os coeficientes de agravamento são de 0,03, se a piscina for coletiva, ou de 0,06 para piscinas individuais.

Para efeitos da aplicação deste coeficiente, e de acordo com o código do IMI:

Imaginemos que no seu município, a taxa de IMI cobrada é de 0,35 % e o imóvel de que é proprietário está avaliado em 150 mil euros. Nesse caso, o montante de IMI que paga anualmente é de 525 euros por ano.

0,35% (taxa de IMI) x 150 mil euros (VPT) = 525 euros/ano (IMI)

Se construir uma piscina para uso individual, e não fizer mais nenhuma alteração, o VPT do imóvel vai sofrer um agravamento de 6%, passando a valer 159 mil euros (150 mil euros x 1,06). Pela mesma casa, mas com piscina, vai passar a pagar 556,5 euros de IMI, mais 31,5 euros por ano.

0,35% (taxa de IMI) x 159 mil euros (VPT c/piscina) = 556,5 euros/ano (IMI)

Subscreva para receber o mais recente conteúdo sobre finanças e campanhas especiais.

Publicidade

Publicidade