Início » Formação » Gestão de conflitos: estratégias e soluções
Carreira Formação

Gestão de conflitos: estratégias e soluções

Gestão de conflitos
Gestão de conflitos

A convivência entre pessoas nem sempre é harmoniosa, daí a importância da gestão de conflitos. Quando as diferentes perspectivas se juntam ao stress ou à competição excessiva os conflitos tornam-se inevitáveis. Falhas de comunicação ou atitudes agressivas tendem a agravar o problema. Por conseguinte, nem sempre é fácil trabalhar em equipa.

Apesar dos conflitos poderem contribuir para a redução do desempenho e serem o primeiro passo para um ambiente hostil, não devem ser vistos puramente como algo negativo. As divergências, se forem trabalhadas, podem servir como uma oportunidade de desenvolvimento e de abertura para novas ideias. Um conflito bem resolvido pode até promover relações mais saudáveis.

O que é a gestão de conflitos?

A gestão de conflitos envolve a identificação e resolução de conflitos através de métodos ou estratégias eficientes.

Um conflito raramente se resolve por si próprio. É preciso saber como agir para evitar situações desagradáveis.

Como evitar conflitos

  • Pense antes de falar
  • Evite comentários desagradáveis ou comportamentos agressivos
  • Respeite opiniões diferentes da sua
  • Promova a partilha de ideias
  • Comunique de forma aberta e transparente

 

Qual é a melhor forma de resolver um conflito?

Cada conflito é uma situação diferente e, por isso, devemos avaliar cada uma individualmente antes de escolher uma das estratégias.

Conheça os diferentes métodos de gestão de um conflito e perceba qual é o que se adequa a cada circunstância e às pessoas envolvidas.

5 Estratégias de gestão de conflitos

Segundo Kenneth Thomas e Ralph Kilmann existem 5 formas de gerir um conflito:

  • Evitamento

Com este método pretende-se ignorar a existência da discórdia. Ao afastar-se do problema a pessoa não chega a defender a sua posição uma vez que nem se inicia de facto uma discussão.

Pode ser vantajoso em situações consideradas insignificantes ou quando a situação é capaz de se resolver sozinha assim que as duas partes se acalmarem.

  • Competição

Quem aplica esta estratégia pretende sair vencedora a qualquer custo. Não existe interesse ou não se considera necessário tentar negociar com a outra parte. Normalmente neste tipo de situações prevalece o poder.

Pode ser usado em casos onde é necessária uma ação mais rápida, por exemplo no caso de uma emergência.

  • Acomodação

Para evitar problemas no relacionamento, algumas pessoas usam o estilo acomodação, ou seja, renunciam aos seus próprios interesses para satisfazer os desejos da outra parte e terminar com a discussão.

Se perceber que a questão é mais importante para a outra pessoa do que para si, pode ser altruísta e optar por esta estratégia.

  • Compromisso

Com este método as duas partes cedem algo de forma a conseguir encontrar um meio-termo.  Tende a ser usado em situações em que os dois lados perdem mais se não conseguirem chegar a um consenso.

  • Colaborativo

Talvez seja o estilo mais interessante, apesar de nem sempre ser o mais usado. Com esta estratégia as entidades envolvidas trabalham em conjunto para encontrar uma solução que seja benéfica para os dois lados. Envolve partilha de informação e propostas, negociação e criatividade.

 

Aprender a gerir da melhor forma os conflitos pode ajudá-lo a conquistar o respeito dos seus colegas e a promover o bem-estar no trabalho. Procure manter uma postura assertiva sem se tornar autoritário.

 

Publicidade

Publicidade