Início » Notícias » A “extremíssima”-direita de Éric Zemmour
Internacional Notícias

A “extremíssima”-direita de Éric Zemmour

A "extremíssima"-direita
O polémico francês comentador televisivo e autor que vai crescendo nas sondagens. A "extremíssima"-direita de Éric Zemmour.

O polémico francês, comentador televisivo e autor de diversos livros e publicações que vai subindo nas sondagens, sem ainda ter anunciado a candidatura às próximas presidenciais francesas. “A extremíssima”-direita de Éric Zemmour.

A França tem um novo provocateur de extrema-direita no cenário político. Uma figura incendiária, anti-imigração, anti-islâmica e controversa, Éric Zemmour vai ameaçando o papel de Marine Le Pen na política francesa enquanto tenta inquietar Emmanuel Macron. 

Apesar de (ainda) não ter apresentado a sua candidatura, o futuro no panorama da extrema-direita francesa aparenta ser próspero para Zemmour. Sondagens apontam para uma intenção de voto de oito a dez porcento para o homem que briga com Le Pen, considerando a candidata do Reagrupamento Nacional demasiado contida e incapaz de fazer frente ao atual Presidente francês.

Sem qualquer experiência política ou filiação partidária, Zemmour tem uma reputação que, no entanto, precede a sua futura vida política. Conhecido pela narrativa provocadora, o comentador e jornalista político tem um notável repertório de afirmações inquietantes, como comparar o islamismo ao nazismo ou defender a teoria da Grande Substituição do povo francês, ideia de que a população gaulesa será substituída por imigrantes.

Descendente de judeus argelinos, as visões favoráveis à França de Vichy, liderada por Philippe Pétain, são vistas como uma das suas grandes contradições, visto que muitos documentos e fontes históricas afirmam que Pétain terá participado no plano de Solução Final de Adolf Hitler.

Com fama criada através da televisão e jornalismo, Éric Zemmour já leva três condenações por incitar ao ódio. Segundo o próprio, empregadores têm o direito a recusar trabalhadores com base na sua raça, etnia ou crença religiosa, e que, se chegar à presidência, reativará uma lei que proíbe que crianças sejam registadas com nomes estrangeiros.

A “extremíssima”-direita de Éric Zemmour foi consolidada pelo fraco desempenho de Marine Le Pen nas últimas eleições contra Macron, não conseguindo vencer em nenhuma das 13 regiões do território francês.

Subscreva para receber notícias semanais e campanhas especiais. 

Escrito por João Serra

Publicidade

Publicidade