Início » Notícias » Boris Johnson incentiva britânicos a tomarem 3ª dose
Internacional Notícias

Boris Johnson incentiva britânicos a tomarem 3ª dose

Boris Johnson

Com o aumento dos casos de covid-19 na Europa, a Áustria e os Países Baixos estão a impor novas restrições. Boris Johnson, em resposta à situação, alertou os britânicos que o que acontece no estrangeiro geralmente vai para o Reino Unido.

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, avisou, esta sexta-feira, que a tendência de aumento de casos verificada na Europa pode atingir os britânicos, isto se a população não receber doses de reforço rápido o suficiente.

Com a subida dos casos de covid-19 em algumas nações europeias, a Áustria e os Países Baixos anunciaram novas restrições para os próximos dias.

Segundo Boris Johnson, há “nuvens de tempestade a acumular-se em partes do continente europeu”, referindo-se à situação pandémica europeia.

O primeiro-ministro britânico acrescentou, ainda:

“Tenho de ser absolutamente franco, já estivemos aqui antes e lembramo-nos do que aconteceu quando uma vaga começou a chegar. O Reino Unido acumulou uma enorme proteção graças ao lançamento da vacina e à incrível disposição das pessoas de se apresentarem e serem imunizadas”.

Boris Johnson alertou, de igual modo, o povo britânico de que “a urgência de receber aquela dose de reforço é mais evidente do que nunca”. “Se pode tomá-la é uma coisa ótima, os níveis de proteção que oferece são ótimos, por isso a quem tem mais de 50 anos estamos a pedir que a vão tomar”.

​​“O que também estou a dizer é que, se não fizermos isso suficientemente rápido, podemos ver os riscos potenciais para o estado da pandemia naquilo que está a acontecer noutras partes da Europa”, referiu o chefe do governo britânico.

Apesar da tendência de casos de covid-19 ser uma de descida, no Reino Unido, Boris Johnson diz que não sabe se esta se manterá, dado o aumento dos casos no resto do continente.

Escrito por João Serra

Publicidade

Publicidade