Início » Notícias » Carlos Moedas propõe criação de departamento de transparência
Nacional Notícias

Carlos Moedas propõe criação de departamento de transparência

carlos moedas

Carlos Moedas, Presidente da Câmara de Lisboa, propôs a criação de um departamento municipal de combate à corrupção e de transparência. 

“Penso que a câmara municipal precisa de um verdadeiro departamento que trate apenas e só deste temas: transparência e combate à corrupção”, disse Carlos Moedas, esclarecendo que a proposta será apresentada em reunião do executivo camarário para ser debatida democraticamente.

No âmbito da conferência sobre “Combate à Corrupção – Apresentação Plano de Prevenção de Riscos e Gestão”, esta organizada em articulação direta com o Conselho de Prevenção da Corrupção (CPC), que teve lugar nos Paços do Concelho de Lisboa, Moedas considerou a prevenção da corrupção uma prioridade, traduzindo-se na criação do pelouro da Transparência e Combate à Corrupção, sob a responsabilidade da vereadora Joana Almeida.

“Demos um sinal claro que este tema, para esta câmara municipal, não é de circunstância, é um tema estrutural para todos nós, que vai representar um esforço constante, permanente e continuado, exigindo políticas e regras, no sentido de levar por diante este desafio que todos sentimos imprescindível para a correta gestão autárquica”, afirmou o Presidente da Câmara de Lisboa.

Carlos Moedas propôs, desta forma, a formação de um departamento de transparência e combate à corrupção “que esteja, efetivamente, a tratar este tema dia e noite” e que coopere com todos os que já existem.

O autarca do PSD indicou, ainda, que a estratégia deste departamento se vai basear em “medidas simples”, como a revisão do atual código de boa conduta e ética, a introdução de melhores práticas na comunicação de queixas, a melhoria do portal da transparência e o registo de interesses.

“Se me disserem que eu tenho em cima da minha secretária um papel que está lá há dois meses, eu obviamente não gosto de ouvir, mas eu tenho de revelar essa verdade, eu tenho de assumir que está há dois meses e que não resolvi a situação”, realçou Carlos Moedas, referindo que “o digital é a melhor arma” para manter informados os cidadãos.

“Podem sempre contar comigo, como presidente da câmara, como político, para estar sempre na linha da frente nesta luta, que é, sem dúvida, uma das mais importantes que temos no nosso país, a luta contra qualquer tipo de corrupção”, concluiu o autarca.

Subscreva para receber notícias semanais e campanhas especiais.

Escrito por João Serra

Publicidade

Publicidade