Início » Notícias » Confrontos na fronteira bielorrussa-polaca fazem um ferido
Internacional Notícias

Confrontos na fronteira bielorrussa-polaca fazem um ferido

confrontos na fronteira

Na sequência de confrontos na fronteira entre a Bielorrúsia e a Polónia, em que militares dispararam gás lacrimogéneo contra migrantes que arremessavam pedras, um polícia polaco ficou, esta terça-feira, gravemente ferido, tendo sofrido uma provável fratura no crânio.

Numa declaração divulgada através da rede social Twitter, a polícia polaca informou que “Infelizmente, como resultado de um ataque de pessoas empurradas pelo lado bielorrusso, um agente policial ficou gravemente ferido”.

Esta terça-feira, foram emitidas, pela televisão bielorrussa e pela agência estatal “Belta”, imagens que apresentavam as autoridades e forças de segurança polacas a recorrer a granadas atordoantes e gás lacrimogéneo para dispersar um grupo de migrantes concentrado na fronteira bielorrussa-polaca.

As mesmas fontes revelam que os migrantes danificaram e trespassaram as cercas na zona de passagem fronteiriça de Bruzgui-Kuznica, como tentativa de entrada em território polaco, isto é, no espaço da União Europeia (UE), recorrendo, ainda, ao arremesso de pedras contra os militares.

O Ministério da Defesa da Polónia divulgou, de igual modo, a situação, numa publicação no Twitter, em que descreveu os acontecimentos na fronteira.

“Kuznica: Os migrantes estão a atacar os nossos soldados e oficiais com pedras e a tentar destruir a cerca para entrar na Polónia (…) as forças usaram gás lacrimogéneo e granadas atordoantes para repelir o ataque dos migrantes”, informou o Ministério da Defesa polaco.

Após os confrontos na fronteira, a situação acabou por se apaziguar e os migrantes retornaram ao acampamento improvisado, em território bielorusso.

Subscreva para receber notícias semanais e campanhas especiais

Escrito por João Serra

Publicidade

Publicidade