Início » Notícias » Fenprof: greve às horas extraordinárias agendadas para segunda-feira
Nacional Notícias

Fenprof: greve às horas extraordinárias agendadas para segunda-feira

Fenprof

O secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof), Mário Nogueira, anunciou, esta quinta-feira, dia 18, que os docentes entrarão em greve às horas extraordinárias. Este protesto poderá vir a afetar várias turmas e terá início na segunda-feira.

A greve destina-se aos professores com horários completos, que receberam horas extraordinárias para compensar a falta de docentes em algumas escolas.

O propósito é que os professores que se encontrem nessa situação possam negar o trabalho “nos momentos em que já não seja suportável” e “salvaguardar a sua sanidade em termos físicos e psicológicos”, afirmou Mário Nogueira.

A greve poderá vir a afetar as turmas de professores que já tinham horários completos, opção esta que, segundo o secretário-geral da Fenprof, foi a preferida em diversas escolas de modo a compensar os horários que não foram preenchidos pelas reservas de recrutamento ou pela contratação da escola.

Esta mais recente forma de protesto alia-se, assim, à greve ao sobretrabalho, retomada há 3 semanas, que visa o serviço que ultrapasse as 35 horas, incluindo reuniões gerais de docentes, reuniões de conselho pedagógico, conselho de departamento, grupo de recrutamento, conselho de docentes, conselho de turma, coordenação de diretores de turma, conselho de curso do ensino profissional e reuniões de secretariado de provas de aferição ou de exames.

A greve às horas extraordinárias foi anunciada numa conferência de imprensa na qual a Fenprof realizou um balanço do número de horários que, na terça-feira, dia 16, ascendiam às 4.200 horas e que continuam por preencher dois meses depois do começo do ano letivo.

Estes números estão associados a cerca de 964 turmas (entre 20 mil e 30 mil docentes) que não têm, até hoje, todos os professores, de acordo com Vítor Godinho, da estrutura sindical, e que, por essa razão, continuam sem aulas a algumas disciplinas.

Subscreva para receber notícias semanais e campanhas especiais

Escrito por João Serra

Publicidade

Publicidade