Início » Notícias » Filipinas com apoio dos EUA que consideram que China ameaçou a paz regional
Internacional Notícias

Filipinas com apoio dos EUA que consideram que China ameaçou a paz regional

Filipinas

A República Popular da China foi hoje acusada pelos Estados Unidos da América (EUA) de ter ameaçado a paz regional na sequência do incidente entre navios chineses e embarcações filipinas, no Mar do Sul da China.

O porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Ned Price, afirmou, esta sexta-feira, dia 19, em Abuja, “Os EUA apoiam o aliado, Filipinas, face à escalada que ameaça a paz e a estabilidade regionais”.

Antony Blinken, secretário de Estado norte-americano, encontra-se, de momento, em território nigeriano, em visita à África Subsariana, sendo esta a primeira ida à região como chefe da diplomacia dos EUA.

A guarda costeira chinesa foi acusada, esta quinta-feira, dia 18, pelas Filipinas de usar canhões de água, no Mar do Sul da China, contra embarcações que visavam o abastecimento de navios militares de Manila.

Ned Price considerou que esta atitude ​​”aumenta as tensões regionais e atenta contra a liberdade de navegação no Mar da China Meridional – sob a salvaguarda pelo Direito Internacional”, alertando, ainda, que os EUA podem ver-se obrigados a reagir em caso de “agressão armada contra navios das Filipinas”, citando o acordo entre Washington e as Filipinas, de 1951, que prevê auxílio na área da Defesa.

Manila já expressou “indignação” pelo incidente ocorrido na terça-feira.

O Mar do Sul da China tem vindo a ser um ponto de tensão geopolítica, nomeadamente após a passagem de navios bélicos chineses no recife de Whitsun, no arquipélago de Spratley.

A zona marítima é reivindicada, quase na sua totalidade, pela China, sendo igualmente reivindicada pelo Brunei, Malásia, Filipinas, Taiwan e Vietname.

Escrito por João Serra

Publicidade