Início » Notícias » Fronteiras aéreas americanas reabrem após EUA terem 70% da população vacinada
Internacional Notícias

Fronteiras aéreas americanas reabrem após EUA terem 70% da população vacinada

Fronteiras aéreas

As fronteiras aéreas dos Estados Unidos da América (EUA) voltam abrir, sendo, assim, possível viajar sem restrições para território americano a partir do México, Canadá e quase todos os países europeus, incluindo Portugal.

Para os viajantes europeus que se dirigem aos EUA, será necessária a apresentação de um teste negativo à covid-19, bem como uma prova de como a vacinação está completa, sendo que para o Canadá e o México é apenas requisito a mostragem de um certificado de vacinação.

Esta decisão de abrir fronteiras aéreas americanas é tomada na sequência do país atingir a marca de 70% da população adulta totalmente vacinada, encontrando-se em curso a administração de doses de reforço para pessoas com mais de 65 anos de idade. O processo de vacinação a crianças entre os cinco e os 11 anos de idade terá início esta semana.

Deste modo, a reabertura dos mercados turísticos americanos é uma realidade, visto que, até hoje, deslocações aéreas para os EUA estavam restritas a viagens essenciais sob condições muito específicas.

Estas restrições encontravam-se em vigor desde março de 2020, tendo sido aplicadas pelo então Presidente, Donald Trump e, sequencialmente, mantidas pelo atual chefe de Estado americano, Joe Biden.

Segundo o Portal das Comunidades Portuguesas, quem viaja de Portugal para território americano irá necessitar de “Um comprovativo de ciclo de vacinação completa contra a Covid-19”, bem como de “um comprovativo de teste negativo de Covid-19” realizado 72 horas antes da viagem.

Relativamente às crianças com mais de 2 anos, “precisarão igualmente de apresentar um teste negativo”.

O site esclarece, ainda, que “as autoridades americanas aceitam todas as vacinas que sejam aceites pela Organização Mundial da Saúde”, referindo, igualmente, que é “obrigatório o uso de máscara em todos os edifícios federais americanos, assim como em todos os aeroportos, estações de comboio, portos, e estações de metro”.

Já as pessoas que recuperaram da covid-19 nos últimos 90 dias não têm a obrigação de realizar teste caso desejem viajar para os EUA.

Escrito por João Serra

Publicidade

Publicidade