Início » Notícias » João Rendeiro encontrado morto na cadeia
Nacional Notícias

João Rendeiro encontrado morto na cadeia

João Rendeiro

O ex-banqueiro, João Rendeiro, encontrava-se detido na prisão de Westville, em Durban, na África do Sul.

O antigo presidente do Banco Privado Português (BPP), João Rendeiro, foi encontrado morto na sua cela, na prisão de Westville, em Durban, segundo noticiou a CNN Portugal.

De acordo com a advogada do ex-banqueiro, June Marks, em declarações à agência Lusa, tratou-se de um suicídio.

As autoridades encontram-se a investigar as circunstâncias da morte de João Rendeiro, que, recorde-se, foi detido na África do Sul, no dia 11 de dezembro de 2021, depois de ter fugido de Portugal, com o objetivo de evitar cumprir a pena relativa ao processo no caso BPP, estando detido há mais de seis meses, numa cela com 50 outros reclusos.

Após a sua detenção, o antigo presidente do BPP, que tinha vindo a opor-se ao pedido de extradição, viu-se em prisão preventiva.

O Tribunal de Verulam recusou o pedido de caução de Rendeiro, que, para permanecer em liberdade até ao julgamento, propôs pagar 2.200 euros.

É de relembrar que o ex-banqueiro foi condenado em três processos distintos relativos ao colapso do BPP, pela Justiça portuguesa, tendo um deles já transitado em julgado, dado que o Tribunal comprovou que João Rendeiro retirou 13,61 milhões de euros daquela instituição.

Foi ainda condenado a 10 anos de prisão num segundo processo e a três anos e seis meses noutro, sendo que as sentenças não transitaram em julgado.

O colapso do BPP, ocorrido em 2010, causou perdas ao Estado português, em cerca de 450 milhões de euros (com cerca de 400 milhões já recuperados), e lesou vários clientes.

Por sua vez, Maria José Rendeiro, mulher do ex-banqueiro, vai continuar em prisão domiciliária com pulseira eletrónica, de acordo com uma fonte próxima do processo, em declarações à Lusa.

Subscreva para receber notícias semanais e campanhas especiais.

Escrito por João Serra

Publicidade

Publicidade