Início » Notícias » Médico afirma que podemos “estar a assistir ao princípio do fim” da pandemia
Nacional Notícias

Médico afirma que podemos “estar a assistir ao princípio do fim” da pandemia

médico

O médico neurologista Luís Rocha falou sobre a redução verificada no número de óbitos diários no passado mês de janeiro.

Luís Rocha, neurologista e dirigente da Fundação Portuguesa do Pulmão, afirmou que a diminuição verificada no número de mortes por covid-19, no passada mês, deve-se a vários fatores e poderá significar uma mudança no país.

“Se olharmos para os valores pré pandemia – 2017, 2018 e 2019 – temos um registo do número de óbitos já inferior a esse período”, explica Luís Rocha, referindo que esses dados se justificam com “a qualidade dos registos”, as restrições impostas, a utilização da máscara e a vacinação.

O médico sublinhou, ainda, em conversa na SIC Notícias, que podemos “estar a assistir ao princípio do fim”.

O neurologista esclareceu, no entanto, que, para ​​ter noção do impacto da doença, seria preciso “ter conhecimento de alguns dados que a Direção-Geral da Saúde não nos transmite”.

Luís Rocha salientou, igualmente, que existem doentes infetados com covid-19, mas que, por vezes, o seu internamento e, em certos casos morte, se deve a outras patologias.

“Os sistemas de identificação de certificado de óbito conseguem identificar muito bem tudo isto”, referiu o especialista, mencionando que é possível identificar qual a principal causa de morte sem que seja de imediato covid-19.

Subscreva para receber notícias semanais e campanhas especiais. 

Escrito por João Serra

Publicidade

Publicidade