Início » Notícias » Míssil hipersónico testado pela Coreia do Norte, segundo o regime
Internacional Notícias

Míssil hipersónico testado pela Coreia do Norte, segundo o regime

míssil hipersónico

Segundo a imprensa estatal do regime norte coreano, na passada terça-feira, o país testou, com sucesso, um míssil hipersónico.

Segundo a agência de notícias oficial KCNA, o lançamento de dia 28 “demonstrou que todas as especificações técnicas se ajustavam aos requerimentos de desenho”, referindo-se, ainda, ao teste como um passo de “grande importância estratégica” no plano de Pyongyang de multiplicar “por mil” as suas capacidades militares defensivas.

De acordo com os media do estado norte-coreano, este novo míssil hipersónico é um dos “cinco mais importantes” novos sistemas de armamento previstos no plano quinquenal de desenvolvimento militar.

A imprensa do regime afirma ainda que “O desenvolvimento deste sistema de armas” aumenta “as capacidades da nação em matéria de autodefesa em todos os sentidos”.

Este tipo de armamento é muito mais rápido do que os normais, o que faz com que sejam mais dificilmente intercetados pelos sistemas antimísseis. Adicionar uma ampola de combustível significaria a disponibilidade imediata para disparo dos mísseis. Assim, se não houver necessidade de ser abastecido em solo, o tempo de lançamento é mais rápido, tornando-se mais complicado de antecipar.

Se o lançamento de terça-feira se vier confirmar, é mais um indicativo da evolução tecnológica militar crescente na Coreia do Norte.

Segundo a KCNA, o lançamento “confirmou o controlo de navegação e a estabilidade do míssil” e “sua manobrabilidade guiada e as características de voo da ogiva explosiva” e do motor.

Este último lançamento é já o terceiro teste de mísseis deste mês, por parte do regime norte-coreano, pelo que o mesmo já revelara um novo tipo de míssil cruzeiro, bem como um novo sistema de mísseis balísticos.

Graças ao seu programa de armamento nuclear e mísseis balísticos, a Coreia do Norte está sujeita a múltiplas sanções internacionais, prosseguindo, no entanto, com vários testes este mês.

Por sua vez, a Coreia do Sul tem investido significativamente no desenvolvimento militar e, ainda este mês, testou, pela primeira vez, com sucesso, um míssil balístico lançado de um submarino, estando esta tecnologia ao alcance de poucos países.

Subscreva para receber notícias semanais e campanhas especiais.

Escrito por João Serra

Publicidade

Publicidade