Início » Notícias » PAN: “Portugal não pode continuar refém dos interesses de meia dúzia de sectores”
Nacional Notícias

PAN: “Portugal não pode continuar refém dos interesses de meia dúzia de sectores”

PAN

Inês de Sousa Real, líder do Pessoas-Animais-Natureza (PAN), comentou a situação dos incêndios em território nacional.

A líder do PAN, Inês de Sousa Real, escreveu, esta quinta-feira, sobre a situação dos incêndios no país, após um incêndio no município da Covilhã ter obrigado à mobilização de cerca de 1.500 bombeiros.

“É criminoso o que ano após ano continua a acontecer ao património natural do nosso país, fruto dos interesses económicos que prevalecem e da falta de prevenção”, afirmou numa publicação de Twitter.

A líder partidária apontou ainda que “10,7% do Parque Natural da Serra da Estrela” já tinha ficado devastado devido a este incêndio, realçando também que três bombeiros e um sapador florestal ficaram feridos.

Inês de Sousa Real afirmou igualmente que “grandes áreas do parque têm estado vulneráveis às dinâmicas económicas do ser humano, pouco preocupadas com a conservação”, lembrando os “interesses que existem na exploração de lítio na região”.

“Portugal não pode continuar refém dos interesses de meia dúzia de sectores que, ainda para mais, estão a penhorar a nossa qualidade de vida e a preservação da natureza e biodiversidade”, argumentou, concluindo que “maioria absoluta não tem qualquer desculpa para não fazer o que tem de ser feito”.

Subscreva para receber notícias semanais e campanhas especiais.

Escrito por João Serra

Publicidade

Publicidade