Início » Notícias » Presidente ucraniano classifica negociações de hoje como “difíceis”
Internacional Notícias

Presidente ucraniano classifica negociações de hoje como “difíceis”

presidente ucraniano

Volodymyr Zelensky, presidente ucraniano, classificou como “difíceis” as negociações de hoje com a Rússia, afirmando que será feito um ponto de situação esta noite.

“Devemos permanecer firmes e lutar para vencer, para alcançar a paz que os ucranianos merecem. Uma paz honesta, com garantias de segurança para o nosso Estado, para o nosso povo. E devemos colocar por escrito o resultado das negociações, negociações difíceis”, afirmou o presidente ucraniano, por mensagem de vídeo.

“Uma videoconferência entre as delegações já começou hoje. Ela continua. Todos estamos à espera de notícias. Regressaremos à noite”, indicou Zelensky.

Anteriormente, Mykhailo Podoliak, um dos negociadores do presidente ucraniano, já tinha referido que “a comunicação (com o Kremlin) permanece, mesmo que esteja a ser difícil”.

“A razão das nossas divergências é que temos sistemas políticos muito diferentes”, afirmou Podoliak, acusando a Rússia de ser “a opressão da sua própria sociedade”.

Esta é, assim, a quarta ronda de negociações entre a Rússia e a Ucrânia, conduzidas por Vladimir Medinski, conselheiro do Kremlin, e Mykhailo Podoliak, sendo que as três anteriores sessões tiveram lugar, presencialmente, nas fronteiras ucraniano-bielorrussa e polaco-bielorrussa.

Até hoje, as negociações obtiveram resultados limitados, apesar de terem permitido a abertura de corredores humanitários para socorrer civis em algumas cidades ucranianas cercadas pelas forças militares da Rússia.

Esta mais recente ronda de negociações ocorre após uma primeira reunião sem avanços entre os chefes da diplomacia russa e ucraniana, na passada quinta-feira, na Turquia.

De acordo com o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), mais de 4,8 milhões de ucranianos já fugiram das suas casas, sendo que cerca de 2,8 milhões deixaram o país.

Subscreva para receber notícias semanais e campanhas especiais.

Escrito por João Serra

Publicidade

Publicidade