https://thejrns.org/slot-gacor/https://ijohmn.com/public/slot-gacor/https://www.kuhoo.com/wp-content/uploads/slot-deposit-dana/http://clc.cet.edu/judi-bola/https://ijorces.org/slot-gacor/https://virtusclean.com/slot-online/https://modernacademy-journal.synceg.net/slot-gacor/https://rumosdainformacao.ivc.br/5unsur3/https://cosy.univrab.ac.id/slot-online/https://staialakbarsurabaya.ac.id/slot-online/https://krti.unesa.ac.id/slot-deposit-pulsa/http://jurnal.umsu.ac.id/public/http://jurnal.univrab.ac.id/slot-gacor/https://fbs.unj.ac.id/wp-content/slot-gacor/https://jurnal.ikipjember.ac.id/slot-online/https://itbk.ac.id/slot-online/https://pusbangpmpp.lppmp.untad.ac.id/judi-online/https://apache1.untad.ac.id/slot-gacor/https://revistadeodontologia.facpp.edu.br/public/slot-gacor/https://puskesmaspenerokan.batangharikab.go.id/slot-gacor/https://tangguh.batangharikab.go.id/slot-online/https://terang.batangharikab.go.id/slot88/https://umu.edu.lr/togel-online/https://irvingroup.com/sbobet/ Sergei Lavrov: Ocidente "teme a concorrência honesta" - MAGnetik
Início » Notícias » Sergei Lavrov: Ocidente “teme a concorrência honesta”
Internacional Notícias

Sergei Lavrov: Ocidente “teme a concorrência honesta”

sergei lavrov

Em entrevista à televisão estatal na Bielorrússia, o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Lavrov, abordou a “cultura de cancelamento” do Ocidente.

O responsável russo, em conversa com a televisão estatal na Bielorrússia, esta quinta-feira, dia 23, apontou o dedo à “cultura de cancelamento” do Ocidente, afirmando que o mesmo “teme a concorrência honesta”.

Para Sergei Lavrov, o Ocidente tem “o desejo de cancelar a cultura de qualquer país que se posicione sozinho, nacionalmente orientado”, como a Rússia.

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Kremlin acrescentou, ainda, que quando “os ucranianos tiverem a graça de sugerir retomar o processo diplomático, vamos ver efetivamente o que se passa no terreno”.

Lavrov referiu também que a Ucrânia “tentou construir a sua soberania cancelando a sua própria história”, tendo sido, segundo o representante russo, algo incentivado pelo Ocidente “apenas para prejudicar a Rússia”.

A invasão russa na Ucrânia já levou à fuga de mais de 15 milhões de pessoas, tendo cerca de 7,7 milhões escapado para países vizinhos.

Subscreva para receber notícias semanais e campanhas especiais.

Escrito por João Serra

Publicidade

Publicidade

Publicidade