Quantcast
FinançasFinanças Pessoais

O que é e como começar a investir no Mercado Forex?

forex

Quando o assunto é investir em ativos financeiros, são muitas as opções que o mercado nos apresenta. Entre elas encontra-se o Trading Forex, um mercado global e descentralizado onde se negoceiam divisas que tem captado a atenção de muitos investidores.

Como todos os investimentos financeiros, é extremamente importante conhecer a fundo o mercado e o produto onde se pretende investir, por isso, ao longo das próximas linhas vamos dar-lhe a conhecer em que consiste e como começar a investir no Mercado Forex.

O que é e como funciona o Mercado Forex?

Como referimos, o Mercado Forex é um mercado global e descentralizado onde se negoceiam divisas, isto é, neste processo não estão envolvidas ações, mas moedas (incluindo criptomoedas) cuja negociação passa pela troca de, por exemplo, euros pelo valor de francos suíços.

Na prática, Mercado Forex baseia-se na troca de câmbios e, como sabe quem já teve a necessidade de trocar moedas, o valor/cotação da moeda é variável, ou seja, se hoje o euro estiver a valer 1,08 dólares americanos e comprar 500 dólares, irá pagar 462,96 euros, mas se comprar apenas daqui a três dias e o euro valorizar e passar a valer, por exemplo, 1,14 dólares, só terá de pagar 438,59 euros.

Neste mercado são sempre negociados pares de divisas, por exemplo EUR/USD ou EUR/GBP, e será a partir da valorização dou desvalorização de cada uma das moedas que o investidor determinará se compra e vende. Imagine, se o dólar valorizar face ao euro, o ideal será comprar o par USD/EUR, mas se o euro valorizar face ao dólar, deverá vender.

Na primeira situação o investidor ocupará a denominada “posição de compra”, enquanto no segundo caso estará numa “posição de venda”.

Serão estas flutuações e a ação subsequente que o investidor toma (comprar ou vender) que vai determinar os ganhos ou perdas que irá obter, já que o montante a receber vai estar em linha com as diferenças de valorização das moedas em que investiu.

Ao contrário de outros mercados financeiros, o Mercado Forex está quase sempre aberto, isto é, permite que faça transações 24 horas por dia cinco dias por semana (está encerrado aos fins-de-semana). Apesar de garantir ao investidor uma maior janela de oportunidade, o facto de estar sempre aberto dá azo a rápidas alterações das condições do mercado o que deverá levar a uma maior rapidez de ação e atenção redobrada por parte do investidor.

Decisões governamentais, alterações na configuração politica, eventos sociais e económicos, mudanças na política dos bancos centrais ou relatórios de entidades económicas ou sociais (como a OCDE ou o FMI) acabam por ter uma influência direta na cotação das moedas. Por exemplo, uma tentativa de golpe de estado num país leva a que a sua moeda desvalorize de forma quase imediata apanhando muitos investidores desprevenidos, por isso o investimento neste mercado requer, como referimos anteriormente, um acompanhamento muito próximo e dedicado da parte dos investidores.

Quem pode investir no Mercado Forex?

O Mercado Forex está aberto a qualquer pessoa e não é necessário que o investidor disponibilize o valor total envolvido na operação, desde que se cumpra determinados requisitos.

O primeiro desses requisitos é ter conta aberta num intermediário financeiro (“broker”) autorizado por uma entidade competente, tais como a Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) ou a Comissão de Mercado de Valores Mobiliários do Chipre (CySEC), a prestar este tipo de serviços. Para conhecer a lista de entidades autorizadas a fazer este serviço, as entidades reguladoras competentes disponibilizam nos seus sites não só a listagem completa, como também fornecem informações e alertas sobre intermediação financeira não autorizada.

Aconselha-se a que, aquando do processo de escolha, os investidores optem por um broker com boa reputação no mercado e que os aconselhe sobre os melhores investimentos a fazer.

Aberto a todos, o mercado Forex apresenta uma liquidez elevada e é “over-the-counter” (OTC), ou seja, fora da Bolsa, fatores bastante apelativos que levam a que grandes instituições financeiras e investidores investirem, mas, ainda assim, tal como deve acontecer sempre que se investe num produto financeiro, é necessário que antes de investir, procure conhecer todos as vantagens e riscos que se possam existir.

Como começar a investir em Forex?

Depois de saber em que consiste, para começar a investir em Forex deve procurar broker de confiança que providencie este tipo de serviço, como é o caso da corretora TradeEU que lhe oferece uma plataforma de trading de topo, concebida para o ajudar a começar o mais rápido possível, com controlos intuitivos, ferramentas poderosas e uma imensidão de recursos de aprendizagem.

Tudo começa com o seu registo na plataforma TradeEu, processo onde pode receber

orientação e apoio dedicado da equipa de apoio ao cliente desde a configuração da sua conta (existem vários tipos de conta em função dos seus objetivos de investimento) ao início da sua jornada de trading.

Feito registo, a TradeEu permite-lhe aceder rápida e intuitivamente aos mercados em qualquer lugar, a qualquer hora, ajudando-o, consistente e regularmente, a melhorar o seu trading com as ferramentas de apoio à decisão – Análise Diária do Mercado, análise de ativos, ferramentas educacionais como webinários e muito mais.

Posts relacionados
FinançasFinanças PessoaisNacional

Comissões bancárias: algumas operações deixam de ser pagas

FinançasNacionalNegócios

Impostos para venda online de usados

FinançasNacionalSubsídios

Pagamentos de apoio à renda

FinançasNacionalSubsídios

Ação Social Escolar: o que é e quem tem direito?