Início » Saúde e Beleza » Investigadores portugueses organizam desafio que procura detetar sopros cardíacos
Saúde e Beleza Saúde e Bem-Estar

Investigadores portugueses organizam desafio que procura detetar sopros cardíacos

investigadores portugueses

Um grupo de investigadores portugueses da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP), vai participar na organização de um desafio internacional que procura estimular o desenvolvimento de maneiras de detetar a presença de sopros em gravações de auscultações cardíacas de 1.500 pacientes.

A FCUP revelou, em comunicado, que os investigadores se encontram envolvidos na organização de um desafio internacional “que pretende estimular o desenvolvimento de soluções para problemas de investigação ainda abertos sobre a análise de sinais fisiológicos da atividade cardiovascular”.

Este desafio contará, igualmente, com a participação de investigadores do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC) e do Instituto de Telecomunicações (IT).

É, deste modo, a primeira vez que investigadores portugueses participam nos desafios George B. Moody PhysioNet, sendo estes eventos internacionais que decorrem há cerca de 22 anos e são organizados pela PhysioNet, em conjunto com a conferência Computing in Cardiology.

De acordo com a instituição, este ano o foco está na “deteção automática da presença de sopros a partir da análise de gravações de auscultação cardíaca”.

Os participantes têm como objetivo implementar um “algoritmo funcional e de código aberto” que possa determinar se um sopro é audível nos registos de um paciente.

Estes algoritmos serão desenvolvidos com base em gravações de auscultação cardíaca de mais de 1.500 pacientes, maioritariamente crianças, que foram recolhidas em diferentes projetos de investigação, liderados pelo IT, em conjunto com o Círculo do Coração, no Brasil.

“O grande objetivo é identificar a presença, ausência ou casos obscuros de sopros em registos de sons cardíacos coletados de vários locais de auscultação no corpo, usando um estetoscópio digital”, afirma a FCUP.

Os vencedores do desafio serão anunciados na conferência Computing in Cardiology, a decorrer de 4 a 7 de setembro em Tampere, na Finlândia.

Leia também sobre a atividade de três segundos por dia que pode ajudar a construir músculo.

Escrito por João Serra

Publicidade

Publicidade