Início » Herald Social » Os benefícios do sol na nossa saúde
Saúde e Bem-Estar

Os benefícios do sol na nossa saúde

O sol quando nasce é para todos, mas nem todos temos noção dos benefícios do sol para a nossa saúde.

Se tomarmos os cuidados necessários, isto é, escolher as horas de menor calor, colocarmos protetor solar e hidratarmo-nos, podemos colher do sol não só um bronzeado de fazer inveja, como também uma melhor qualidade de vida.

Como não é só a Terra que gira à volta do sol, venha connosco descobrir os benefícios do sol para a saúde.

Benefícios do sol para a saúde

• Estimula a produção de Vitamina D

Durante a pandemia de Covid-19, a vitamina D adquiriu estatuto de “estrela” e não foi à toa que tal aconteceu.

Para além de, segundo os imunologistas, a vitamina D reforçar o sistema imunológico um contra a infeção pelo SarS-Cov-2, este esteroide lipossolúvel ajuda ainda a controlar os níveis de cálcio no organismo prevenindo a osteoporose, controla a secreção de insulina, previne o aparecimento de doenças cardiovasculares, inflamatórias, autoimunes e até do cancro, em especial o do cólon, mama, próstata e ovários, uma vez que reduz os efeitos da transformação das células.

Como se pode perceber, a vitamina D tem um papel fundamental na regulação de vários aspetos do nosso organismo, mas para que isso aconteça, há que dar a nossa pele ao sol, pois são as radiações solares que propiciam o maior estimulo à produção desta vitamina pelo nosso corpo.

Para obter vitamina D em quantidades suficientes, exponha o seu rosto, braços e/ou pernas, sem protetor solar, durante aproximadamente 15 minutos por dia. Tenha, contudo, em atenção a hora do dia em que o faz, pois não é aconselhável que exponha a sua pele ao sol nas horas de maior intensidade solar.

• Regula o Humor

Para a além da vitamina D, a exposição solar tem o condão de aumentar a endorfina produzida pelo nosso cérebro.

Também conhecida como “hormona da felicidade”, este neurotransmissor atua como um regulador do humor ao ser libertado pelo nosso cérebro para nos ajudar a fazer face, por exemplo, a situações de maior stress, promovendo uma sensação de bem-estar que acaba por “acalmar” o nosso sistema nervoso.

A juntar à produção de endorfinas, a exposição solar estimula a transformação da melatonina, hormona produzido durante o sono, em serotonina, que também acaba por revelar-se importante para o bom humor e, consequentemente, melhor saúde mental.

Aliás, existem estudos que relacionam os baixos níveis de serotonina com um maior risco de depressão sazonal aquando das mudanças de estação, mais concretamente do outono para o inverno.

• Melhora o ciclo do sono

A luz é um poderoso agente de sincronização para o cérebro. O humor, o estado de alerta e o metabolismo são afetados positivamente pela exposição à luz, como se pode comprovar por um estudo da Northwestern Medicine que comparou os hábitos de sono entre trabalhadores que trabalhadores que tinham janelas em seu local de trabalho e estavam mais expostos à luz solar do que colegas seus que trabalhavam num ambiente se janelas.

Este estudo acabou por concluir que os trabalhadores que tinham mais horas de exposição solar, dormiam, em média, mais 46 minutos de sono por noite e registavam, ainda, mais atividade física e uma melhor qualidade de vida do que seus colegas que trabalhavam em escritórios sem janelas.

Isto acaba por acontecer devido ao ciclo circadiano ou ciclo do sono. Quando o dia começa a escurecer, os olhos enviam um sinal para o hipotálamo de que está na hora de se sentir cansado.

Por sua vez, essa parte do cérebro, envia sinais para o corpo, através da melatonina, fazendo-o sentir esse cansaço. Assim, se a exposição solar é reduzida, a produção de melatonina será afetada, o que desregulará o seu ciclo do sono.

Em suma, maior exposição solar, maior produção de melatonina, mais sincronização entre cérebro e corpo, melhor rotina de sono.

• Proteção contra doenças de pele

A imunidade de que falamos no ponto da vitamina D, estende-se, igualmente, ao combate às doenças de pele. A exposição solar nos horários corretos, ajuda a regular o sistema imune, dificultando e combatendo o aparecimento de doenças de pele como a psoríase, vitiligo e dermatite atópica.

• Proteção contra os raios UVB

Parece um contrassenso, mas não o é. Apanhar sol de forma moderada e fora das horas de maior risco, estimula a produção de melanina, uma hormona que, além de dar o tom bronzeado à nossa pele, vai impedir a absorção de mais raios UVB, protegendo naturalmente o corpo contra os efeitos tóxicos de alguma da radiação solar.

Publicidade

Publicidade