Início » Finanças » Crédito Pessoal: o que precisa para conseguir aprovação?
Finanças Finanças Pessoais Nacional

Crédito Pessoal: o que precisa para conseguir aprovação?

crédito-pessoal

Milhares de portugueses confiam no crédito pessoal quando precisam de um financiamento ou dinheiro extra para levarem um projeto a bom porto ou fazer face a despesas inesperadas, contudo, para que este empréstimo seja aprovado, têm que passar pela avaliação de risco de crédito.

O que é a avaliação de risco de crédito?

Como referimos, esta análise é fundamental para que um crédito pessoal seja aprovado e, na prática, é a análise que o banco faz sobre a sua situação financeira para saber se tem condições para pagar as prestações e, assim, cumprir o compromisso que assumiu.

Traduzindo, a avaliação de risco de crédito é o procedimento necessário para mostrar ao banco que consegue pagar o empréstimo que quer contrair tendo como grande objetivo evitar um possível incumprimento futuro.

Para que o banco possa efetuar esta avaliação, terá de apresentar documentos que comprovem a sua situação financeira, nomeadamente os recibos de vencimento ou os extratos bancários.

Posto isto, se está com dúvidas sobre se vai conseguir a aprovação do empréstimo, venha connosco descobrir o que precisa para que o banco lhe dê um parecer positivo.

Crédito Pessoal: o que precisa para conseguir aprovação?

  • Não ter registo de incumprimento no Banco de Portugal

O primeiro passo para se conseguir uma aprovação rápida do crédito passa por não ter registo de incumprimento na Central de Responsabilidades de Crédito (CRC), base de dados gerida pelo Banco de Portugal onde constam todas as pessoas singulares e coletivas que tenham um qualquer empréstimo superior a 50 euros. Aliás, a não existência de registos de incumprimento é uma imposição legal do regulador.

O CRC apoia as instituições na avaliação do risco de crédito, juntando toda a informação sobre os créditos de qualquer pessoa ou empresa, por isso, caso já tem um empréstimo para a compra da casa e tenciona pedir um crédito pessoal, o primeiro vai aparecer nessa base de dados. A mesma coisa se aplica a uma potencial dívida do seu cartão de crédito ou eventuais descobertos bancários.

  • Conta bancária com saldo positivo

Para além da não existência de registos de incumprimento no CRC, as instituições financeiras analisam também o histórico da sua conta bancária, isto é, verificam se o seu saldo é positivo ou negativo, e qual o seu padrão habitual.

Caso o seu saldo seja negativo, isso pode significar que é um cliente de risco, por isso, é condição quase obrigatória manter a sua conta bancária com saldo positivo (preferencialmente, de uma forma consistente).

  • Situação profissional (comprovadamente) estável

Tal como acontece com outros pedidos de crédito, durante um pedido de um empréstimo pessoal é avaliada a sua situação profissional.

De forma a perceber se a sua situação profissional é comprovadamente estável, os bancos podem solicitar a apresentação de:

  1. Fiadores/Avalistas;
  2. Garantias Hipotecárias e/ou Financeiras adicionais como forma de reduzir o risco de crédito.

Estas garantias são um sinal que dá ao seu banco de que o risco que este corre ao emprestar-lhe dinheiro é muito baixo.

  • Taxa de esforço

A taxa de esforço (Encargos financeiros com as prestações de crédito / Rendimento Líquido Total do Agregado x 100) é um indicador essencial para qualquer banco avaliar a sua situação financeira, uma vez que mostra qual a percentagem do rendimento total do agregado familiar que é afeto às prestações a pagar ao banco.

De acordo com os limites tidos como saudáveis pelo Banco de Portugal, a taxa de esforço não deve ultrapassar os 50%, mas quanto menor for melhor para as suas probabilidades de conseguir a aprovação do seu crédito.

  • Indicar dois titulares na proposta de crédito

Caso lhe seja possível, tente indicar dois titulares na proposta de crédito, pois desta forma aumenta as possibilidades de ter o crédito aprovado.

As instituições financeiras tendem a dar preferência a propostas com mais do que uma pessoa a assumir o compromisso de reembolsar o dinheiro emprestado.

Subscreva para receber o mais recente conteúdo sobre finanças e campanhas especiais.

Publicidade

Sobre o autor

Finanças

Adicionar Comentário

Clique aqui para enviar um comentário

Publicidade