Quantcast
FinançasFinanças PessoaisNacional

Dicas especiais para poupar no regresso às aulas

poupar no regresso às aulas

Apesar de a maior parte de nós estar ainda estar a pensar em férias, em breve, os mais pequenos estão de regresso à escola e, com isso, a necessidade de poupar no regresso às aulas, já que os materiais escolares podem representar uma despesa extremamente alta para o nosso orçamento.

Livros novos, canetas, mochilas, cadernos e até roupa (sim, os filhos crescem) são algumas das despesas mais recorrentes durante este período e representam uma fatia considerável do nosso orçamento familiar, especialmente agora que a inflação toma conta das nossas vidas.

Por isso, para que o fardo seja menos pesado, vamos deixar-lhe com algumas dicas especiais para poupar no regresso às aulas:

7 Dicas especiais para poupar n regresso às aulas

1 – Reutilize o material escolar

Neste regresso às aulas, não tem de comprar tudo novo. Faça um inventário do material escolar dos seus filhos que se encontra em bom estado e reutilize-o. Para além de poupar diretamente uns bons euros, esta é uma excelente oportunidade para ensinar aos seus filhos a importância de aproveitar os materiais que tem à sua disposição, evitar o desperdício e poupar de permeio. 

2 – Fazer uma lista do material essencial

Depois de perceber qual o material que pode ou não ser reaproveitado no novo ano escolar, é tempo de fazer uma lista com tudo aquilo que precisa de comprar, mas atenção, não ceda aos caprichos dos seus filhos e compre algo que, passadas umas semanas, eles vão encostar no armário.

Compre só o fundamental.

3 – Compare preços

 Feita a lista, utilize as ferramentas que a internet lhe proporciona para comparar preços nos diversos estabelecimentos que vendem material escolar.

Dada a cartelização de preços na grande distribuição, pondere comprar na papelaria do seu bairro, poderá encontrar preços mais em conta ou, em alternativa, deixar a compra de canetas, lápis e cadernos para a papelaria da escola dos seus filhos pois saem mais em conta.

4 – Aproveite as promoções

Procure promoções e aproveite os pontos e descontos em cartão que muitos estabelecimentos oferecem.

5 – Compre materiais em segunda mão

Procure nos marketplaces (OLX, Custojusto, etc.) material escolar em segundo mão que se encontre em bom estado.

Da mesma forma, poderá, igualmente, perguntar junto de amigos e familiares se estes têm material escolar, nomeadamente calculadoras, compassos e outro material mais técnico, que lhe possam vender ou emprestar, já que este tipo de material rapidamente deixa de ser necessário ao longo da caminhada escolar dos seus filhos e comprar novo acaba por ser um desperdício de dinheiro.

6 – Peça sempre fatura com NIF

Peça sempre fatura com número de contribuinte nas suas compras de material escolar, pois poderá deduzir estas despesas em sede de IRS.

7 – Recorra a materiais escolares gratuitos

Através do registo na plataforma MEGA poderá ter direito a levantar, a custo zero, livros e cadernos de atividades.

Isto é uma espécie de empréstimo, já que no final do ano letivo, terá de entregar, com excepção do 1º ciclo, os livros em bom estado para serem novamente reutilizados.

Related posts
CréditosFinançasNacional

Reserva de Imóvel: sabe o que é?

FinançasFinanças PessoaisNacional

Pagamento do IRS em prestações: Como e quem pode pedir?

FinançasFinanças PessoaisNacional

SPIN: a nova forma de transferir dinheiro com o número de telemóvel

CréditosFinançasFinanças PessoaisInvestimentosNacional

Tem até 35 anos e quer comprar casa?