Início » Formação » Como criar um currículo criativo e atraente
Carreira Formação

Como criar um currículo criativo e atraente

currículo criativo e atraente
Se está cansado de enviar currículos e não obter resposta, saiba aqui como criar um currículo criativo e atraente.

Se está cansado de enviar currículos e não obter resposta, é hora de agitar as coisas e destacar-se dos milhares de CVs que o recrutador recebe com um currículo criativo e atraente. Como? É isso que lhe vamos dar a saber com algumas dicas que prometem dar um boost decisivo às suas candidaturas de emprego.

Como criar um currículo criativo e atraente

  • Opte por criar um CV em formato diferente
    Para que o seu currículo ganhe um brilho diferente aos olhos do recrutador, há que transformá-lo em algo apelativo. Isto passa, por exemplo, por elaborar um CV em formato vídeo, em banda desenhada, através de um labirinto virtual, como se estivesse a contar uma história. Contudo, no processo, tenha em atenção não só o destinatário do seu currículo, como também se esta apresentação ousada está em consonância com a sua formação e/ou o cargo para o qual se está a candidatar.Eis algumas das plataformas que pode utilizar para construir o seu currículo criativo:
  • Canva;
  • Prezi;
  • YouTube;
  • Powerpoint;
  • Photoshop.

Outra nota: dê atenção ao tamanho do seu currículo. Quando escrito, o currículo deve ter, de preferência, uma página, duas no máximo. Coloque apenas o que é relevante para o posto a que se candidata. A simplicidade ganha sempre, por isso escreva textos curtos, seja direto e simples, de modo a que quem ler o seu currículo apenas por alto, retenha as principais informações.

  • Dê destaque àquilo que o diferencia

Com a aparência renovada, é tempo de dar um toque de atratividade ao interior do seu CV. Para além das necessárias informações pessoais, formação e experiência, procure incluir aquilo que faz de si único e o diferencia dos outros candidatos, como é o caso de factos curiosos que não tenham necessariamente a ver com a sua área de formação, mas que, de certa forma, marcam a sua vida e a sua forma de estar e trabalhar.

  • Crie um perfil no LinkedIn

Crie um perfil nesta rede social com a descrição de todas a suas competências e ligue-se a empresas e a profissionais da sua área de interesse.

Para além de poder estabelecer contactos diretos com as pessoas da sua área profissional, o LinkedIn proporciona-lhe a possibilidade de demonstrar aos recrutadores que está interessado num emprego, dá-lhe acesso a vagas de emprego dentro da rede e, em alguns casos, permite-lhe realizar a sua candidatura diretamente através dele.

Aproveite ainda para incluir links para trabalhos anteriores e um portefólio no seu perfil de LinkedIn.

  • Partilhe as suas redes sociais no currículo

Para além do LinkedIn, rede profissional, que deve incluir no seu CV, poderá partilhar, igualmente, outras redes sociais mais informais para que dê a conhecer ao recrutador uma imagem mais pessoal de si.

Já não é segredo para ninguém que muitas empresas e recrutadores visitam as páginas pessoais dos candidatos a emprego em redes como o Facebook, Twitter ou Instagram, por isso pode poupar-lhes trabalho e fornecer-lhes estes dados. Contudo, antes de o fazer depure as suas páginas nestas redes de tudo quanto pode ir contra os valores da empresa à qual se candidata.

Como se trata de informação sensível, a decisão de incluir as suas redes sociais no currículo é sua tendo sempre em mente se essa decisão o vai beneficiar ou não.

Tal como com o LinkedIn, se utilizar, por exemplo, o YouTube para criar um currículo em vídeo, pode e deve colocar essa informação num CV em texto.

  • Construa um site para o seu portefólio

Para deixar que o seu trabalho fale por si, procure criar um site pessoal ou fazer uso do LinkedIn para dar a conhecer um portefólio que englobe os vários trabalhos que já fez, a nível profissional ou não.

Publicidade

Publicidade