Quantcast
SaúdeSaúde & Bem Estar

O poder da aromaterapia

O poder da aromaterapia

Certamente já ouviste falar na aromaterapia, mas o que provavelmente não sabes é que, a utilização dos óleos naturais usados podem servir de tratamento complementar a muitas das situações do dia-a-dia.

Esta medicina alternativa, reconhecida pela OMS, pode ser uma aliada para muitos tratamentos. Mezinhas e maleitas à parte, a aromaterapia procura utilizar óleos 100% puros como intermediários na prevenção e ou tratamento complementar de problemas físicos e psicológicos em prol do bem estar geral.

Já os nossos avós tinham sempre um remédio caseiro para tratar alguma coisa, não é verdade? Pois bem, de certa forma foi mais ou menos assim que se iniciou este processo de aromaterapia. 

Mas o que é a Aromaterapia?

Considerada uma medicina alternativa, tal como o nome indica, a aromaterapia é a cura através dos aromas , feita através da utilização dos óleos essenciais extraídos das folhas, raízes, pétalas e caules das plantas, para nos proporcionar bem estar.

Aromaterapia
Aromaterapia – imagem retirada via pixabay

Quais são os benefícios?

Os óleos essenciais quando aplicados podem trazer inúmeros benefícios, sendo que ajudam principalmente a relaxar e a dormir, diminuir a ansiedade, a melhorar a digestão, o aspeto da pele, o humor, reduz náuseas, dores de cabeça e o estado de inflamação no corpo, tratamento de problemas e doenças respiratórias, redução de dores musculares, entre outros.

Como podem ser aplicados os óleos essenciais? 

Todos os caminhos vão dar ao nosso cérebro, mas a principal e mais benéfica forma de usar os óleos essenciais é através da inalação, no entanto, também podem ser usados de outras formas diferentes, adequando-se ao problema a tratar ou ao estilo de vida de cada pessoa, como é o caso do uso dos óleos através de massagens ou dos banhos aromáticos.

Aromaterapia
Aromaterapia – imagem retirada via pixabay

Os óleos mais usados são feitos através das seguintes plantas:

Eucalipto – com características anti-sépticas e descongestionantes, este óleo pode ser usado em resfriados e infecções respiratórias.
Lavanda – usado para casos de insónia, stress, queimaduras e problemas de pele, por ser considerado relaxante.
Menta – graças às características refrescantes, estimulantes e digestivas pode ser aconselhado em casos de fadiga muscular, mau-hálito e dificuldades de digestão.

Quem não pode fazer aromaterapia? 

A aromaterapia não deve ser feita por crianças, mulheres grávidas ou em amamentação, sem antes falar com um médico. 

Related posts
NutriçãoSaúde & Bem Estar

Benefícios dos alimentos ricos em ómega 3

NutriçãoSaúde & Bem Estar

Golden Milk: uma bebida milenar benéfica para o teu organismo

Saúde & Bem EstarSaúde Mental

Ansiedade: identifica os sintomas e descobre como prevenir

SaúdeSaúde & Bem Estar

Ácido úrico elevado: o que é, sintomas e causas