Quantcast
FinançasFinanças PessoaisNacional

Necessidades Operacionais de Fundos (NOF): sabe o que é?

Necessidades Operacionais de Fundos

Com três letrinhas apenas se escreve a sigla NOF – Necessidades Operacionais de Fundos, mas a sua tradução em “português corrente “é uma pouco mais extensa. Venha conhecê-la!

O que são os NOF – Necessidades Operacionais de Fundos?

De uma forma muito simples e prática, os NOF, ou Necessidades de Fundo de Maneio (NFM) dizem respeito ao montante que é necessário para que um negócio mantenha os investimentos dos seus ativos atuais, ou seja, o valor necessário para que a empresa continue a produzir produtos ou a fornecer serviços dentro de um prazo a que se dá, comumente, o nome de Período Médio de Maturação.

O ciclo produtivo de todas as empresas têm nos NOF o seu critério de controlo que, por sua vez, serão influenciados pelos stocks, empréstimos a clientes e necessidades básicas de caixa:

  • Stocks: um negócio deve garantir a existência de um stock que lhe permita manter a produção operacional, isto é, a manutenção de uma linha de produção continua para que tenha sempre mercadoria pronta para venda.
  • Créditos dos clientes: por norma, na maioria dos setores, cliente ou intermediários não pagam pela mercadoria no momento em que a recebem. Desta forma, é importante que quando se faz a previsão de caixa se leve em linha de conta a escassez de liquidez apesar do saldo positivo.
  • As necessidades de caixa: de forma a enfrentar despesas fixas ou variáveis, os negócios devem aprovisionar um valor de reserva na caixa que as cubram.

Qualquer um destes três ativos, que variam de acordo com o setor específico e a estratégia financeira de cada organização, deve ser estimado separadamente sendo-lhe aplicada uma monitorização constante sempre tendo em vista o suporte das previsões de caixa.

Apesar de estar separado da estratégia financeira de um negócio, os NOF são uma parte importante da gestão de tesouraria, cujos efeitos positivos são sentidos ao longo da vida de uma organização.

Para fazer o cálculo dos NFO deve utilizar a seguinte fórmula:

NOF = Stocks + Clientes + Caixa – Recursos espontâneos

Entre as várias vantagens que o correto cálculo dos NOF/NFM e a integração dos resultados nas informações necessárias para a tomada de decisões estratégicas para o seu negócio é, sem grande dúvida, a inexistência da necessidade de recorrer a fontes de financiamento externas para manter a liquidez da sua empresa.

Em síntese, quando se faz uma correta estimativa das necessidades operacionais, isso fará com que a empresa seja capaz de fazer frente às exigências económicas da sua atividade sempre com solvabilidade.

Dicas

  • Negociação de prazos de pagamento mais longos

Tente, junto dos seus fornecedores, negociar prazos de pagamento mais longos. Isto tanto pode ser feito através de negociação direta ou mediante a disponibilização de garantias, mas com atenção para que os custos desta operação não sejam significativos e a importância do fornecedores seja vital para atividade da empresa.

  • Criação de um sistema de cobrança e recebimentos eficaz

De forma a diminuir o número de clientes em divida e os prazos de recebimento, pode propor incentivos ao pronto pagamento ou prazos curtos, bem como, nos casos em que os atrasos são reiterados, recorrer aos bancos para factoring.

  • Criar um programa de gestão e controlo de stocks eficiente

De forma a minimizar as existências, pondere a criação de um programa de gestão e controlo de stocks que se enquadre com a atividade da empresa através de, por exemplo, a aplicação de políticas just-in-time, venda de mercadorias em consignação, criação de parcerias com fornecedores ou avaliação de fornecedores que se encontrem próximos do local produtivo.

Caso a sua empresa disponha de liquidez suficiente pondere, igualmente, a negociação de descontos para liquidação antecipada de faturas.

Subscreva para receber o mais recente conteúdo sobre finanças e campanhas especiais.

Related posts
CréditosFinançasNacional

Reserva de Imóvel: sabe o que é?

FinançasFinanças PessoaisNacional

Pagamento do IRS em prestações: Como e quem pode pedir?

FinançasFinanças PessoaisNacional

SPIN: a nova forma de transferir dinheiro com o número de telemóvel

CréditosFinançasFinanças PessoaisInvestimentosNacional

Tem até 35 anos e quer comprar casa?