Início » Finanças » Saiba como baixar o spread do seu crédito habitação!
Finanças Finanças Pessoais

Saiba como baixar o spread do seu crédito habitação!

spread-crédito-habitação
spread-crédito-habitação

Com vista a angariar mais clientes, os bancos nacionais têm estado em competição feroz para oferecerem os spreads mais baixos. Quem pode beneficiar desta situação é, como referimos, os clientes que, assim, podem conseguir baixar o spread do seu crédito habitação.

Se a sua ideia é comprar uma casa ou renegociar os termos do seu contrato de crédito habitação, ao longo deste artigo vamos dar-lhe toda a informação de que necessita para conseguir um spread mais baixo.

O que é o spread do crédito habitação?

Em termos práticos, o spread do crédito habitação corresponde à margem de lucro da instituição bancária e que consta sempre de cada contrato de empréstimo habitação.

O spread que cada instituição atribui a cada cliente é variável e é calculado através do historial de crédito, dos rendimentos, do montante de empréstimo que está a ser solicitado e das garantias apresentadas pelo consumidor.

Daqui a instituição poderá ficar a perceber o grau de risco que cada cliente oferece e, assim, estipular um spread de acordo com esse risco. Contudo, para tornar os seus produtos de crédito habitação mais apetecíveis ao consumidor, os bancos dão aos seus clientes a oportunidade de baixarem o seu spread através da contratação de produtos como cartões de débito e crédito, domiciliação do ordenado, seguro de vida e multirriscos ou produtos de poupança (conta-poupança ou PPRs, por exemplo).

Como podemos perceber, a contratação de produtos análogos ao crédito habitação permitem-lhe baixar o seu spread, mas existem mais formas, como veremos já de seguida:

Formas de baixar o spread do seu crédito habitação

  • Contratar produtos ou serviços

Esta é a forma mais comum de conseguir uma redução do spread do seu crédito habitação, mas atenção: os produtos ou serviços que subscrever devem sempre obedecer a uma necessidade sua para que, ao longo do período de duração do contrato, não se veja obrigado a cancelar um destes produtos e causar a subida do spread.

  • Oferecer uma entrada mais generosa

Para além da contratação de produtos ou serviços, uma boa forma de baixar o spread do seu crédito habitação é dar uma entrada maior.

De acordo com as regras do Banco de Portugal (BdP), as instituições bancárias não podem conceder créditos habitação para o valor total do imóvel, ou seja, aquando da contratação deste produto de crédito terá sempre que entrar com 10% ou 20% do valor da casa.

Assim, quanto maior for a entrada inicial, menor o valor do crédito que o banco tem de lhe conceder e, por conseguinte, o risco e o spread será menor.

  • Apresentar uma taxa de esforço reduzida

Presente em todas as avaliações de crédito, a taxa de esforço ajuda os bancos a perceberem a sua capacidade, ou incapacidade, em cumprir os termos do contrato de empréstimo que se propõe contratar, em especial a sua capacidade para efetuar o pagamento das prestações mensais.

Se o cálculo da sua taxa de esforço (Encargos financeiros / Rendimento Líquido Total do Agregado x 100) resultar numa percentagem superior a 50% (limite tido pelo Banco de Portugal como saudável), é altamente provável que ou não consiga obter crédito ou, se já o tem, que possa vir a ter problemas para o pagar.

Já se a percentagem for inferior a 50% ou, de preferência, a 35%, terá mais condições e, consequentemente, a oportunidade de baixar o seu spread do seu crédito habitação.

  • Dar mais garantias ao banco

Por último, é ainda possível baixar o spread do seu crédito habitação se conseguir se tiver um fiador ou apresentar uma garantia adicional.

Contudo, dado que estas opções encerram algum risco para si e para os fiadores, deverá ponderar bem a situação.

Spreads mínimos praticados atualmente (2022)

Ainda que, como referimos, os bancos atribuam spreads em função do risco de cada cliente, existe um valor mínimo para esta taxa. Atualmente, estes são os valores mínimos praticados pelas instituições bancárias no mercado nacional:

Banco

Spread mínimo

Bankinter 0,95%
ActivoBank 1%
Crédito Agrícola 1%
Millennium bcp 1%
Santander 1%
Banco Best 1%
novobanco 1%
Banco CTT 1,1%
BPI 1,1%
Eurobic 1,1%
Montepio 1,1%
Abanca 1,15%
CGD 1,23%
UCI 1,4%

  • Valores atualizados a 5 de janeiro de 2022 para crédito habitação regime geral com taxa variável.
Publicidade

Publicidade