Quantcast
Saúde & Bem Estar

‘Snooze’ no despertador? É melhor evitar!

snooze

Segundo um estudo, a função snooze do seu despertador pode estar a prejudicar a sua saúde de diversas formas.

De acordo com uma investigação realizada por um grupo de especialistas da University of Notre Dame, nos Estados Unidos, deixar o despertador tocar repetidamente pode resultar no aumento da frequência cardíaca.

Os dados, publicados na revista científica “PubMed”, revelam também que quem aposta na função snooze tende a apresentar perturbações do sono.

Como forma de conduzir o estudo, os especialistas realizaram questionários a 450 voluntários sobre os seus hábitos de despertar, tendo monitorizado a qualidade de sono dos mesmos. A investigação apontou que mais de metade dos voluntários (57%) adiavam o despertador.

Para além de ser um hábito mais comum em jovens mulheres, estas pessoas tendem a ter sono agitado e cronótipo vespertino, bem como um ritmo cardíaco acelerado, o que pode estar associado, a longo prazo, com um maior risco de diabetes e doenças do coração.

Leia também sobre três alimentos que ajudam a manter a mente sã!

Escrito por João Serra

Related posts
Saúde & Bem EstarSaúde Mental

Comportamentos que impactam a saúde cognitiva

SaúdeSaúde & Bem Estar

Baixas médicas: o que muda em 2024?

FitnessNutriçãoSaúdeSaúde & Bem Estar

Sal: benefícios, cuidados a ter e alternativas

SaúdeSaúde & Bem Estar

Amigdalite e adenoidite: quais as diferenças?