Quantcast
Cultura & ViagensTecnologia

Cloud Computing: afinal, o que é a nuvem?

Cloud Computing

A Cloud Computing define-se como uma tecnologia que possibilita o acesso remoto ao software, processamento de dados e armazenamento de ficheiros através de computador ou telemóvel com acesso à Internet.

Para poderes usar da melhor forma possível este serviço, convém também entenderes o seu funcionamento e usabilidade. 

Então como funciona?

A Cloud Computing utiliza uma camada de rede para conectar os dispositivos dos usuários a um data center. Ao mesmo tempo, podemos dividir a estrutura mãe da Cloud Computing em duas partes:

Front-end: infraestrutura que inclui tudo o que interages (redes locais, navegadores web, apps, entre outros);

Back-end: engloba toda a infraestrutura de Front-end (hardware e armazenamento alojados num servidor remoto.

Estes dois componentes estruturais permitem que a Cloud Computing tenha as seguintes características:

  • Elasticidade: os recursos podem ser disponibilizados consoante a sua procura e necessidade de cada utilizador;
  • Medição: os sistemas de nuvem têm mecanismos de medição de cada serviço, o que facilita a monitorização dos recursos e a transparência entre o fornecedor e o consumidor;
  • Multiusuário: entre as diversas características, há uma que é primordial para muitas empresas: a partilha e utilização de software por múltiplos utilizadores;
  • Multiplataforma: uma das características chave é a capacidade de acessos através de computadores, telemóveis, tablets e outros dispositivos.

Então, mas qual a melhor Cloud para ti?

Segundo a IBM existem 3 tipos de Cloud Computing, apesar da SalesForce acrescentar uma quarta Cloud.

  • Cloud privada: infraestrutura de uma única organização, que pode ser hospedada interna ou externamente e não tem acesso público;
  • Cloud pública: pertencem a empresas que oferecem acesso rápido e acessível a recursos informáticos através de uma rede pública;
  • Cloud híbrida: utiliza uma cloud privada combinando com uma integração estratégica e uso de serviços de uma cloud pública;
  • Cloud comunitária: é desenvolvida por diferentes empresas reunindo assim recursos em cloud para solucionar um problema comum.

Após avaliares quais destas Clouds é a mais adequada para ti, terás também que entender que modelo de serviço de Cloud Computing mais se encaixa nas tuas necessidades:

  • Software como Serviço (SaaS – Software as a Service): as apps, softwares ficam alojados no site do fornecedor do serviço. Neste tipo, a empresa ou utilizador paga pela utilização do serviço, não tendo que se preocupar com instalações, configurações e licenças do mesmo. Exemplo: Google Drive, SalesForce ou Office 365;
  • Infraestrutura como Serviço (IaaS – Infrastructure as a Service): é o modelo mais utilizado a nível empresarial onde é disponibilizado infraestruturas (servidores, routers, data centers…) como um serviço. Os custos são variáveis de acordo com a utilização ou através de contrato. Exemplo: Amazon Web Services, Google Cloud Platform and Microsoft Azure;
  • Plataforma como Serviço (PaaS – Platform as a Service): é utilizado quando há uma exigência de funcionalidades mais específicas. Este modelo oferece acesso a uma plataforma configurável de acordo com as necessidades do teu negócio. Exemplo: Microsoft Azure, Google App Engine e Heroku.

Por fim, quais são as vantagens de usar Cloud Computing?

Além de melhorar a tua produtividade através de procedimentos mais ágeis e de contribuir para uma redução de custos associados à área IT de cada empresa tens também as seguintes vantagens:

  • Manutenção de Software: os problemas e custos associados ao software que usas desaparecem, pois o mesmo não será da tua responsabilidade;
  • Maior segurança: o nível de segurança de uma Cloud é muito maior do que a tradicional, reforçando assim também a cibersegurança das empresas;
  • Recuperação: poderás ter acesso aos teus ficheiros e registos através do backup automático que está presente na Cloud
  • Atualização: não precisas de te preocupar com nada, os fornecedores de serviço são responsáveis pela manutenção automática do servidor
  • Flexibilidade: os serviços fornecidos pela Cloud Computing têm uma maior capacidade de responder às necessidades do usuário e de forma imediata
  • Colaboração: a possibilidade de ser multiusuário permite que várias pessoas usem os softwares e apps de forma simultânea
Related posts
Cultura & ViagensViagens

4 Escapadinhas de primavera

Cultura & ViagensViagens

15 regiões mais bonitas de Portugal: para fugir às grandes cidades

CinemaCultura & ViagensFilmes

Salas de cinema: Estreias de fevereiro de 2024

CinemaCultura & ViagensFilmesSéries

Lançamentos nas plataformas de streaming para 2024