Início » Entretenimento » Serra da Estrela: um destino encantador (e cheio de neve)
Entretenimento Viagens

Serra da Estrela: um destino encantador (e cheio de neve)

serra da estrela
serra da estrela

Apesar da sua beleza e encanto não conhecer estações do ano, é no inverno que a Serra da Estrela alcança todo o seu esplendor com a chegada da neve.

Com uma altitude máxima de 1993 metros na Torre, a Serra da Estrela é um dos poucos locais para ver neve em Portugal durante os meses mais frios do ano. No topo da serra, a temperatura média do mês de fevereiro (mês mais frio), é de -2ºC, mas as temperaturas podem baixar mais do que isso, o que acaba por ser um convite à prática de desportos de inverno.

O que fazer na Serra da Estrela no inverno?

A Serra da Estrela é o único sítio em Portugal onde podemos praticar esqui na neve, bem como andar de trenó, de snowboard ou de motoski. Existem diversas pistas com infraestruturas de apoio, e ainda pode encontrar pistas de neve sintética para esquiar em qualquer época do ano.

Contudo, o manto branco que a cobre de inverno não é apenas um convite para andar de sky ou fazer bonecos de neve, esta é também uma altura para se entregar à imponência dos vales glaciares de Loriga, Manteigas, Covão do Urso e Covão Grande ou seguir o curso dos grandes rios portugueses desde as suas nascentes – o Mondego no Mondeguinho, o Zêzere no Covão de Ametade e o Alva no Vale do Rossim e deslumbrar-se com a natureza que lhe é oferecida ver.

Não deixe ainda de visitar a Lagoa Comprida, o maior lago da Serra e o maior reservatório de água da região, e a Casa da Fraga nas Penhas Douradas (Manteigas), uma casa de pedra fundida em enormes rochas graníticas que se torna ainda mais interessante por ser a única neste estilo a ficar enfeitada pela neve nos meses de inverno.

Depois destas atividades, convém retemperar forças e não há nada melhor para isso do que provar o produto mais famoso da região – o queijo da Serra. De textura amanteigada acompanha na perfeição o pão tradicional.

Este queijo pode ser apreciado em toda a região da Serra da Estrela, mas se quiser juntar gastronomia e conhecimento, o Solar do Queijo, em Celorico da Beira, é o local ideal para uma prova acompanhada por explicações sobre o processo de fabrico.

Se em Celorico da Beira pode ficar a saber mais sobre o processo de produção do queijo da Serra, já no Museu do Pão em Seia e no Museu dos Lanifícios na Covilhã é-lhe oferecido todo o saber sobre, respetivamente, o pão e os lanifícios que tanta fama trouxeram a esta região.

As estradas mais populares para fazer a travessia da Serra ligam precisamente estas duas cidades e levam-nos às aldeias de montanha como o Sabugueiro, Alvoco da Serra ou Loriga, e a muitos outros locais imperdíveis – Penhas Douradas, Penhas da Saúde ou a Torre no topo da Serra.

De referir ainda que, a paisagem diversificada dos nove municípios em torno da Serra da Estrela – Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Fornos de Algodres, Gouveia, Guarda, Manteigas, Oliveira do Hospital e Seia –, constituem desde 2020 o Geopark Estrela, reconhecido pela UNESCO pelo seu valor geológico.

Onde ficar?

A Serra da Estrela tem muitas opções de hospedagem, quer próximo da Torre nas Penhas da Saúde, quer nas cidades no sopé da serra, como Covilhã, Manteigas e Sabugueiro.

Entre outras, destacamos a Pousada da Juventude Serra da Estrela nas Penhas da Saúde que apresenta um excelente custo-benefício e ótimas acomodações com aquecimento e o Luna Hotel na Covilhã que se assume como uma opção bastante confortável e a preços razoáveis.

Como chegar?

Estrada:

A25 – saídas em Viseu(N231) , Mangualde (N232), Celorico da Beira e Guarda

A23 – saídas na Covilhã, Belmonte e Guarda

N17 – saídas em Seia, Guarda e Celorico da Beira

Comboio (www.cp.pt):

Linha da Beira Alta – estações de Nelas, Mangualde, Celorico da Beira e Guarda

Linha da Beira Baixa – estações da Covilhã, Belmonte e Guarda

Autocarro (www.rede-expressos.pt):

para a Covilhã, Guarda, Seia, Gouveia e Celorico da Beira. 

Publicidade

Sobre o autor

Entretenimento

Adicionar Comentário

Clique aqui para enviar um comentário

Publicidade