Quantcast
Casa & DecoraçãoLifestyle

Arejar a casa no inverno: 5 razões importantes

Arejar a casa no inverno: 5 razões importantes

Arejar a casa no inverno é uma prática que muitos negligenciam devido às temperaturas mais baixas. Mas sabias que ao abrir as janelas da tua casa estás a prevenir problemas respiratórios? Neste artigo, explicamos-te todas as razões pelas quais deves abrir as janelas da tua casa durante os dias frios do inverno.

Durante os meses de inverno, todos queremos estar quentes e aconchegados, por isso fechamos as janelas e ligamos o aquecimento. É agradável e quente, mas não é muito saudável. Sem te aperceberes, estás a produzir todo o tipo de resíduos na tua casa. 

Com o tempo, o ar interior passa a conter muita humidade, dióxido de carbono e outras substâncias nocivas. Estes ambientes húmidos podem levar a problemas de saúde como dores de cabeça, problemas de sono, alergias e problemas respiratórios.

Assim, quando o aquecimento está ligado é vital para a saúde dos ocupantes de qualquer casa que o ar interior poluído e húmido seja continuamente substituído por ar exterior fresco.  A esta troca de ar dá-se o nome de ventilação.

Continua a ler para saber porque e como o fazer.

Por que é tão importante?

  • Melhora a qualidade do ar

Nos dias frios, as pessoas tendem a passar mais tempo dentro de casa. O que significa que a qualidade do ar será pior do que o normal, devido à acumulação de partículas de poeira, poluição e outras substâncias tóxicas, especialmente aquelas vindas do cigarro e de produtos de limpeza.

Quando a casa é arejada regularmente, a qualidade do ar melhora significativamente, o que acaba por impactar na saúde dos moradores, principalmente quem possui problemas respiratórios ou sistema imunológico fraco, como as crianças, os idosos e as pessoas com doenças crónicas.

  • Reduz a humidade

Durante as estações mais frias, a humidade relativa é mais alta, e o bolor torna-se um problema na grande maioria das casas. Estas manchas de mofo são um tipo de fungo que necessita de ambientes húmidos para proliferar. 

Assim, uma casa arejada ajuda a reduzir a humidade, detendo o crescimento de mofo e bolor. 

  • Poupa dinheiro nas contas de energia

Quando a casa é arejada, o ar fresco renovado entra e o ar poluído sai. Isso significa que a casa não precisa ser aquecida tanto quanto seria necessário se a casa não fosse arejada. Isso pode levar a uma redução nas contas de energia.

  • Ajuda a prevenir doenças

Ao arejar adequadamente a tua casa, evitas os germes e bactérias que se concentram no interior da casa. Estes podem levar a vários problemas de saúde como dores de cabeça, problemas de sono, alergias e problemas respiratórios.

  • Alivia maus cheiros

Quando não arejas a tua casa, os diferentes odores — mofo, cigarro, fritos, animais domésticos ou aquele típico “cheiro a casa fechada” — intensificam-se. Quando deixas a casa respirar, esses cheiros desagradáveis rapidamente desvanecem.

Agora que já sabes por que é importante arejar a casa no inverno, vamos dar-te algumas dicas como fazê-lo.

Dicas para arejar a casa no inverno 

  • Ventilação cruzada

Existem várias maneiras de arejar a tua casa no inverno, mas a mais importante é bem simples — abrir as janelas.

Abrir as janelas do quarto de manhã durante cerca de uma hora é obviamente um bom começo, mas assim que a janela é fechada, a qualidade do ar deteriora-se rapidamente. Além disso, o resto da tua casa continuará com uma qualidade de ar fraca.

Por isso, deves assegurar a renovação do ar necessária em todas as divisões, repetindo a operação várias vezes ao dia, caso seja necessário. Talvez não seja uma perspetiva muito agradável, especialmente no inverno, mas é uma boa forma de arejar rapidamente toda a tua casa.

No entanto, por vezes, a corrente não se forma no sentido conveniente. O ar pode regressar ao interior e empurrar a humidade libertada por um duche para outras divisões. 

O ideal é combinar arejamento periódico com técnicas de ventilação. Assim sendo, o ar deve entrar através das divisões principais (quartos e salas) e sair pelas de serviço (cozinha e casa de banho). 

Mais, caso vivas numa zona com elevados níveis de poluição atmosférica, é melhor ventilar a tua casa durante as horas de menor tráfego.

  • Aproveitar a luz solar

Deixar a luz do sol entrar na tua casa, não só aquece a tua casa como evita a utilização de aquecedores e ar condicionado. Sendo que, quando estes não são devidamente mantidos e limpos, são um local propenso para o desenvolvimento de bolor.

  • Portas e gavetas de armários abertas

Os armários fechados e cantos esquecidos são geralmente áreas mal ventiladas. A falta de ventilação, cria um ambiente húmido propício para o desenvolvimento dos fungos. 

Para evitar que aconteça, deves abrir, ocasionalmente, as portas e gavetas de armários e guarda-roupa.

  • Investir num desumidificador

Se a tua casa for muito húmida, e a ventilação natural não for suficiente, podes apostar num bom desumidificador para arejar a tua casa.

Deste modo, não só reduzes os níveis de humidade no ar, como prevines o desenvolvimento de bolor e mofo.

Hora ideal para arejar a casa no inverno

Sim, agora já sabes que arejar a casa ajuda imenso, mesmo que seja inverno. Mas sabes que existe uma hora ideal para o fazer?

Não somos nós quem o diz, é a especialista em limpezas domésticas Petya Holevich, que aconselha abrir as janelas durante os momentos mais quentes do dia.

Especificou ainda ao The Sun que estas condições ocorrem normalmente ao fim da manhã ou ao início da tarde, quando as temperaturas sobem e os níveis de humidade exterior são mais baixos.

Além disso, revelou que ao ventilar a tua casa nestes períodos, só precisas de manter as janelas abertas durante um curto período de tempo — entre cinco a 15 minutos —, permitindo a remoção da humidade sem necessidade de aquecimento adicional.

Related posts
Casa & DecoraçãoLifestyle

Soluções para poupar energia em casa

Casa & DecoraçãoLifestyle

Dicas para renovar a casa de banho

Casa & DecoraçãoLifestyle

Obras em casa: tudo o que precisas de saber

Casa & DecoraçãoLifestyle

Isolamento térmico: importância e benefícios