Início » Finanças » Poupar no combustível? Veja como!
Finanças Finanças Pessoais Nacional

Poupar no combustível? Veja como!

Poupar-no-combustível

Como poupar no combustível é a pergunta que mais se ouve em Portugal por estes dias. À semelhança do que aconteceu em todos os setores de atividade que foram liberalizados em Portugal entre o fim da década de 90 e o início da primeira década do novo milénio, a suposta descida dos preços no consumidor no setor dos combustíveis nunca se verificou e está, agora, mais longe do que nunca

Depois de uma subida acentuada do preço do barril de petróleo nas últimas duas semanas, o preço baixou no passado dia 14 de março para valores próximos daqueles que se verificavam antes do inicio da guerra na Ucrânia, contudo, mas tal acabou por não se refletir numa baixa do preço de venda da gasolina/gasóleo.

Apesar das componentes “impostos” e “inflação” terem o seu peso no preço do combustível, a verdade é que os aumentos que todos estamos a experienciar devem-se, em grande medida, à sede de lucros das gasolineiras que, diga-se, fecharam as contas de 2021 com lucros milionários.

Quem acaba por pagar os lucros dos acionistas das grandes empresas de combustíveis é, como sempre acontece, o consumidor que, face aos preços recordes da gasolina/gasóleo, ocupa-se agora a tentar encontrar soluções que o levem a poupar no combustível.

De modo a ajuda-lo nesta ingrata tarefa, reunimos uma série de dicas para poupar gasolina/gasóleo que podem valer-lhe menos idas à bomba. Venha daí aprender a poupar combustível!

Dicas para poupar combustível (gasolina/gasóleo)

  • Deixe mais vezes o carro na garagem

Nem La Palice o diria melhor, mas a melhor forma de começar a poupar é deixar mais vezes o carro na garagem. Pondere bem quais as situações em que necessitará “mesmo” de pegar no carro.

Isto passa, por exemplo, por andar mais vezes a pé e de transportes públicos. Se lhe é impossível utilizar qualquer um dos meios que referimos para se deslocar para o seu local de trabalho, tente chegar a acordo com um colega de trabalho que também utilize o carro para se revezarem nas boleias para o trabalho com o recurso ao carro.

  • Atenção à manutenção do carro

Apesar de muitos automobilistas não ligarem imediatamente a manutenção do seu veículo à poupança de combustível, a verdade é que esta é uma das medidas que lhe vai permitir poupar.

Por exemplo, para além de colocar o motor do seu carro em risco, a falta de óleo do motor ou líquido de refrigeração a menos podem ser responsáveis por um aumento de 10% a 20% (em casos extremos até mais) do consumo de combustível.

O mesmo acontece com a direção desalinhada que não só afeta a estabilidade do veiculo e o desgaste assimétrico dos pneus, como acaba por provocar um aumento substancial do consumo de combustível. Regra geral deve fazer um check-up à direção de 20 em 20 mil quilómetros ou uma vez por ano.

  • Pressão dos pneus

Pneus vazios sofrem um desgaste mais rápido e acabam por provocar um maior gasto de combustível. Por isso, sempre que faça uma viagem verifique a pressão dos pneus do seu carro segundo as indicações do fabricante. Caso viaje com duas ou com mais pessoas, aumente a pressão, mas nunca em mais de 0,3 bares.

  • Condução

Evite travagens e acelerações bruscas, especialmente nos arranques em primeira velocidade, altura em que o veículo atinge o pico de consumo. Lembre-se, um “pé mais ligeiro” pode levá-lo a uma poupança de até 2% de combustível.

Aliás, ainda no campo da aceleração, tente reduzir em 10 km/hora a velocidade em relação ao que é habitual fazer, pois este simples gesto poderá conseguir-lhe quase 10% de poupança de combustível. Caso o seu carro possua Cruise Control, utilize-o para o ajudar a manter uma velocidade adequada. Contudo, se estiver a conduzir em estradas com muitas curvas ou declives muito acentuados, torna-se preferível desligá-lo, pois as recuperações imediatas que ele faz para atingir a velocidade pretendida acabam por gerar um maior consumo.

Para além dos pedais do acelerador e do travão, é importante que esteja particularmente atento ao conta-rotações, uma vez que quanto maior forem as rotações entre passagens de caixa, maior será o consumo do automóvel.

O “Start/Stop” é um dos sistemas mais eficazes na poupança de combustível, especialmente na condução em meio citadino. Assim, caso a sua viatura esteja equipada com este sistema não o desligue, pois este poderá ajudá-lo a poupar quase 10% de combustível.

Uma palavra ainda para a resistência ao ar. A diminuição da resistência ao ar pode levar a uma poupança de 0,4 litros por cada 100 km, mas tenha em atenção a estrada em que viaja.

Se, em meio urbano, o melhor para a poupança de combustível é desligar o ar condicionado e abrir as janelas, no caso de viagens em estradas nacionais ou autoestradas, a situação inverte-se e passa a ser preferível fechar as janelas e utilizar o ar condicionado.

Pondere ainda remover as barras de tejadilho amovíveis ou suporte para bicicletas do seu carro. A sua remoção não só diminuirá a resistência ao ar, como também ajudá-lo-á a reduzir o consumo em quase meio litro por cada 100 quilómetros percorridos.

  • Abastecimento

A cartelização do preço dos combustíveis leva a que seja difícil encontrar bombas com preços mais convidativos. Ainda assim, por norma, as bombas dos hipermercados podem garantir-lhe uma alguma poupança no preço por litro. Para além dos preços mais simpáticos que podemos encontrar nas suas bombas, existem ainda hipermercados que oferecem descontos em combustível em função do valor das suas compras.

Atestar ou não atestar, eis a questão. Os manuais de poupança aconselham a atestar o depósito, pois, dessa forma, terá de ir menos vezes ao posto de abastecimento, o que representa menos quilómetros ao final do mês, mas não se poderá esquecer que também irá fazer aumentar o peso do veiculo e, consequentemente, o seu consumo.

Por exemplo, caso o seu automóvel pese uma tonelada e o abasteça com 50 litros de gasolina, estará a aumentar o peso em 5%, o que leva a um aumento do consumo de 2,3%.

Por isso, caso não tenha de fazer grandes trajetos para abastecer, a nossa dica de poupança é para que abasteça sempre meio depósito conseguindo, deste modo, um compromisso entre abastecimento, peso e consumo.

Publicidade

Publicidade