Início » Entretenimento » Destinos baratos em Portugal para conhecer em Dezembro de 2021
Cultura Entretenimento Viagens

Destinos baratos em Portugal para conhecer em Dezembro de 2021

destinos baratos em portugal

Se o frio não o convence ao recolhimento, saiba que, em dezembro, não faltam destinam baratos em Portugal que podem fazer as delícias do seu sentido de aventura. Com a pandemia e a quebra no Turismo a fazer baixar os preços das viagens e estadias, esta é a altura perfeita para viajar em Portugal e aproveitar um dos cinco destinos que temos para lhe oferecer.

Venha conhecer os destinos baratos em Portugal!

Destinos baratos em Portugal para viajar em Dezembro de 2021

  • Ponta Delgada

Como viajar no Inverno pode causar-lhe calafrios, o nosso primeiro destino é, do ponto de vista térmico, mais simpático. Com temperaturas médias que andam entre os 17 e os 20 graus, a insular Ponta Delgada na ilha de São Miguel nos Açores assume-se como uma excelente opção para desfrutar de um pouco de Primavera durante os rigores do Inverno no Continente.

Pontos de interesse não faltam. Desde passeios à Gruta do Carvão, à Lagoa das Sete Cidades ou ao imperdível Vale das Furnas, este último lar de dois vulcões ainda ativos onde poderá relaxar nas piscinas termais e provar as águas de nascente e o cozido das Furnas, até ao “sumo cultural” que lhe é dado a beber no centro de Ponta Delgada com as suas incontornáveis e históricas Portas da Cidade, 

Para além de tudo isto, não deixe de ir ao Forte de São Brás, à Igreja de São José, ao Convento de Nossa Senhora da Esperança e, como não poderia deixar de ser, visitar as tradicionais plantações de ananases e provar um fruto que vem como com Denominação de Origem Protegida pela União Europeia.

Preços médios por noite em Ponta Delgada: 69,07€.

  • Peniche

Ainda que seja mais conhecida pelas suas praias, Peniche, situada quase a meio caminho entre Lisboa e Porto, é um excelente e barato destino para uma escapadinha cultural em dezembro.

Nesta aventura por esta cidade costeira do distrito de Leiria, não deixe de conhecer o histórico Forte de Peniche, fortaleza do séc. XVI onde estiveram presos milhares de antifascistas e onde se abriga hoje o Museu da Resistência e da Liberdade e o Farol do Cabo Carvoeiro, uma construção do século XVIII que se situa a 57 metros acima do mar, sobre as deslumbrantes falésias calcárias do cabo.

Apesar de existirem menos excursões no inverno, tente apanhar um barco para as Berlengas, arquipélago reserva da Biosfera da UNESCO, local privilegiado para a nidificação de aves tais como o airo, a gaivota-de-asa-escura., gaivota argêntea, pardela-de-bico-amarelo e o corvo marinho-de-crista entre outras, e que comporta mais de 80 espécies de flora, das quais 4 são endémicas. Não termine o passeio sem visitar o imponente Forte de São João Baptista.

Com uma descida de preços na ordem dos 50% face a 2020, o preço médio por noite em Peniche situa-se nos 39,64€.

  • Elvas

“Ó Elvas, ó Elvas, Badajoz à vista”, mas não é só a extraordinária vista do Forte da Graça sobre a zona da raia (de onde se pode, efetivamente, vislumbrar Badajoz) que faz de Elvas, Património da Humanidade da UNESCO, um dos locais a não deixar de visitar neste dezembro.

Contando com um rico património arquitetónico, especialmente militar e religioso, de que o já frisado Forte da Graça, o Forte de Santa Luzia e a Igreja de Nossa Senhora da Assunção são belos exemplos, Elvas conta ainda com um emaranhado de ruelas medievais que convidam ao passeio, um belo Castelo com as muralhas abaluartadas do séc. XVII (construção inspirada nas fortificações dos mestres holandeses) e o Aqueduto da Amoreira, imponente obra da autoria de Francisco de Arruda, arquiteto que também trabalhou na Torre de Belém em Lisboa.

Com tanto para ver e passear, o estomago também merece conforto e, nisso, Elvas não deixa os seus pergaminhos por mãos alheias ao oferecer uma gastronomia regional onde se inclui a deliciosa sericaia, o bacalhau dourado e a ameixa d’Elvas, um produto com Denominação de Origem Protegida.

Preço médio por noite: 84,60€ (descida de 65% face a 2020).

  • Beja

Apesar de capital de distrito, Beja é uma cidade tranquila que lhe proporcionará uma viagem por mais de 2500 anos de história. Lugar de cruzamento de culturas, de que o seu Museu Regional é o mais fiel depositário, a capital do Baixo Alentejo tem ainda guardado para si a Torre de Menagem, ex-libris da cidade e obra-prima da arquitetura militar com 40 metros de altura, o seu castelo, cuja construção remonta ao século XIII e o Arco Romano.

Para além desta viagem ao passado, se é apreciador do néctar dos deuses, pode aproveitar para visitar algumas das herdades e adegas no concelho, onde vai provar excelentes vinhos que casam na perfeição com a gastronomia local, que conta com o paio de Beja e o porquinho doce como pontos fortes.

Preço médio por noite: 90,00€ (descida de 70% face a 2020).

  • Arganil

Não podíamos fazer uma lista dos destinos mais baratos para viajar em Portugal durante o mês de dezembro sem falarmos de Arganil, destino que viu os preços caírem cerca de 75% face a 2020.

Localizada no centro do país, a cerca de 1 hora de Coimbra, Arganil é conhecida pelas suas deslumbrantes Aldeias de Xisto, das quais se destacam Benfeita e Vila Cova de Alva. Se os ares da serra do Açor lhe abre o apetite a caminhadas, tem ao seu dispor a bela e encantada Mata da Margaraça. Quando o estomago der horas, remate o dia de passeio com um bucho recheado à moda de Vila Cova de Alva ou com uma chanfana.

Para além da sua extraordinária beleza natural, como o concelho de Arganil se situa a pouco menos de uma 1 hora e meia da Serra da Estrela, pode fazer dele a sua base para uma visita ao ponto mais alto de Portugal Continental ao à “aldeia presépio” de Piódão.

Preço médio por noite: 98,53€.

Publicidade

Sobre o autor

Entretenimento

Adicionar Comentário

Clique aqui para enviar um comentário

Publicidade