Quantcast
CulturaCultura & Viagens

Escola chinesa dedica sessão a contos de Sophia de Mello Breyner Andresen

escola

Uma escola chinesa, na cidade de Xangai, realizou uma sessão dedicada aos contos infantis da escritora Sophia de Mello Breyner Andresen, sendo que alguns dos mesmos foram republicados numa inédita edição em chinês.

De acordo com a informação divulgada pelo Consulado-Geral de Portugal em Xangai, a diretora do Departamento de Língua e Cultura Portuguesas da Universidade de Estudos Internacionais de Xangai (SISU – sigla em inglês), Xu Yixing, apresentou obras infantis de Sophia de Mello Breyner Andresen a ​​alunos da Escola Primária de Dong’er.

Xu Yixing apresentou histórias e ilustrações animadas de “O Rapaz de Bronze”, “A Fada Oriana”, “A Árvore” e “A Menina do Mar”, sendo que as edições em chinês foram posteriormente oferecidas à escola.

Publicada o ano passado pela editora da SISU, Shanghai Foreign Language Education Press, esta edição traduzida para chinês foi concretizada por uma equipa liderada pela académica responsável por apresentar os contos infantis da escritora portuguesa aos alunos da Escola Primária de Dong’er.

Sophia de Mello Breyner Andresen conta, ainda, com outras obras infantis no seu reportório, como “A Noite de Natal”, “A Floresta”, “A Cebola da Velha Avarenta”, “O Cavaleiro da Dinamarca” e, também, “Os Ciganos”, sendo que esta a título póstumo, tendo sido completada pelo neto, Pedro Sousa Tavares.

A SISU foi o segundo estabelecimento de ensino superior da China continental a oferecer licenciaturas em português.

Subscreva para receber o mais recente conteúdo sobre cultura, entretenimento e campanhas especiais.

Escrito por João Serra

Related posts
Cultura & ViagensViagens

Férias românticas em Portugal: 10 destinos memoráveis

CinemaCultura & ViagensFilmes

Festa do cinema: Bilhetes com preço reduzido entre 13 e 15 de maio

CulturaCultura & ViagensLisboa

Teatro em Lisboa: o que ver em abril?

Cultura & ViagensViagens

Finlândia oferece viagens para descobrir como é viver no país mais feliz do mundo