Quantcast
Cultura & ViagensTecnologia

Internet das Coisas – O que é, Exemplos e Benefícios.

internet das coisas

A Internet das Coisas (IoT) mudou a forma como nos conectamos. Mas o que é? Para que serve? E quais os seus benefícios?

O que significa Internet das Coisas?

O termo procura definir uma rede de objetos interconectados, por intermédio de softwares e outros tipos de tecnologia, que trocam dados entre si.

Desde um carro a uma coisa tão pequena como um sensor, qualquer um destes objetos pode estar compreendido no universo de IoT. O termo Internet das Coisas parte do princípio de que o objeto pode ser conectado a uma rede.

O objetivo desta rede de objetos é que os dispositivos sejam capazes de formar comunicações e trocar dados entre si, permitindo o controlo e monitorização à distância dos mesmos.

Mas como podemos dar uso a este “conceito”? Quais são as possibilidades?

Apesar de nos encontrarmos numa fase inicial de IoT, o leque de opções é imenso! Alguns exemplos de aplicações comuns incluem, por exemplo, a conexão de dispositivos, como smartphones e smartwatches, a uma simples coluna de som, a um carro ou até a uma residência conectada.

Como funciona esta rede de interconectividade? Na verdade, tudo se deve à recolha e troca de dados em tempo real. Um sistema IoT tem, por base, três componentes:

  • Um ou mais dispositivos inteligentes que recolhem dados sobre o seu ambiente e padrões de uso, comunicando-os via Internet;
  • Um conjunto de software e serviços, denominado “Aplicação de IoT”, que, através de tecnologia de inteligência artificial, analisa os dados enviados pelos dispositivos inteligentes e “toma as decisões”;
  • Uma interface gráfica que permite ao usuário gerir e monitorizar esta rede de dispositivos.

Estes sistemas de Internet das Coisas oferece, logicamente, bastantes vantagens, nomeadamente a entidades como empresas ou organizações:

  • Permite que empresas interconectem dispositivos e sistemas, disponibilizando análise em tempo real, o que melhora a capacidade de monitorização, tomada de decisão, eficiência, contribuindo para uma redução de custos; 
  • Pode reduzir os riscos de segurança, devido a uma monitorização constante mais simplificada;
  • Possibilita a criação de novas oportunidades de negócio, como serviços exclusivamente direcionados para a gestão de dados através de IoT;
  • Torna o atendimento ao cliente mais rápido e eficaz;
  • Aumenta a eficácia e produtividade no local de trabalho, devido a uma melhor comunicação entre trabalhadores e dispositivos.
Related posts
Cultura & ViagensViagens

4 Escapadinhas de primavera

Cultura & ViagensViagens

15 regiões mais bonitas de Portugal: para fugir às grandes cidades

CinemaCultura & ViagensFilmes

Salas de cinema: Estreias de fevereiro de 2024

CinemaCultura & ViagensFilmesSéries

Lançamentos nas plataformas de streaming para 2024