Quantcast
Saúde & Bem Estar

Ouvir a sua música preferida pode ajudar a diminuir dores no corpo, diz estudo

ouvir

Uma nova investigação, levada a cabo por um grupo de especialistas britânicos, concluiu que ouvir uma música que se conhece melhor é mais eficaz no alívio das dores no corpo.

De acordo com um estudo publicado na revista científica “Plos One”, conduzido por Claire Howlin, da Universidade de Queen Mary, em Londres, ouvir música pode diminuir as dores que sente no seu corpo, sendo que os resultados se revelaram mais eficazes quando as pessoas conheciam melhor a música.

Nesta investigação, foram estudadas 286 pessoas, tendo sido pedido às mesmas que observassem a dor que sentiam antes e depois de ouvirem uma música.

As canções eram, no entanto, selecionadas aleatoriamente, tendo sido dada, a uma parte do grupo, a ideia de que tinham algum poder de escolha nas músicas que ouviam.

Os especialistas concluíram que o grupo de pessoas ao qual foi dada a ideia de que tinham alguma interferência na escolha das canções beneficiou de um maior alívio das dores.

Segundo a autora do estudo, em conversa com o ScienceDaily, agora é sabido que “escolher a música é uma parte importante dos benefícios que encontramos ao ouvir música. É provável que as pessoas ouçam com mais atenção ou com mais cuidado quando a escolhem”.

A investigação revelou, deste modo, que mais relevante que o ritmo, velocidade e energia da música é o grau de familiaridade que se tem com a canção.

É de referir que o alívio destas dores foi mais evidente em pacientes com dores agudas que persistem durante um período de tempo superior a 12 semanas.

Sabia que “carne” vegan pode trazer mais benefícios que carne proveniente de um animal? Leia mais!

Escrito por João Serra

Related posts
SaúdeSaúde & Bem Estar

Ácido úrico elevado: o que é, sintomas e causas

SaúdeSaúde & Bem Estar

Blefarite: como tratar a inflamação das pálpebras

SaúdeSaúde & Bem Estar

Rosácea: mais do que vermelhidão

NutriçãoSaúdeSaúde & Bem Estar

Leite de vaca: 10 benefícios para a saúde