Quantcast
CulturaCultura & ViagensGamingTelevisão

Mitologia Nórdica: especial com dicas de conteúdos.

mitologia nórdica

Para os fãs de lendas dos povos escandinavos, juntámos alguns factos e materiais interessantes para que possa aprender o máximo possível sobre mitologia nórdica!

 

Ao contrário do que muitos pensam, a história da mitologia nórdica nasce muito antes do surgimento da Era Viking nos séculos XIII e IX, com o desenvolvimento destas lendas (comuns à religião) dos antigos povos germânicos escandinavos a tornarem-se preponderantes nestas regiões, antes da chegada do cristianismo.

É, no entanto, na fase final da Idade do Ferro (de 400 d.C a 800 d.C), isto é, o princípio da Era Viking (789d.C a 1100 d.C), que estas tradições começam a atingir “em força” o Norte da Continente Europeu, sendo que o nosso conhecimento das mesmas vem de uma série de relatos míticos compostos perto de 1270, durante o processo de cristianização da Europa: os Eddas.

 

Uma das principais particularidades deste tipo de tradições mitológicas e religiões é o facto de se basearem num ideal de deísmo, ou seja, a posição de que os “deuses” não divulgam uma verdade absoluta, não existindo, assim, um livro sagrado, de forma a apelar ao pensamento livre e à experiência pessoal.

Baseada em visões belígeras e panteístas do mundo, a mitologia nórdica relata a existência de nove mundos conectados através de uma árvore, Yggdrasil, na qual coexistem diferentes seres de naturezas diversas:

 

  • Midgard, mundo dos seres humanos;
  • Asgard, mundo dos deuses e onde está situada Valhalla, o paraíso destinado a guerreiros mortos em combate. São deuses nórdicos Odin, pai dos deuses; Thor, deus do trovão e filho de Odin; Loki, meio-deus, meio-gigante, de natureza maligna, mas importante para a manutenção do equilíbrio no mundo dos deuses; Frigga, deusa do amor e da união e mulher de Odin, vista como protetora da família e das mães; Freyr, deus da prosperidade, da paz, da alegria, dos casamentos e das boas colheitas; Hela, deusa do Helheim, Reino dos Mortos, e filha de Loki.
  • Niflheim, mundo das trevas (Inferno da mitologia nórdica);
  • Jötunheim, mundo dos gigantes de gelo e rocha;
  • Helheim, mundo dos mortos, situado nas profundezas de Niflheim
  • Muspelheim, mundo do fogo e casa dos gigantes de fogo, bem como o mais alto dos reinos, localizado acima de Asgard.
  • Vanaheim, mundo dos Vanir, segundo clã de deuses nórdicos, mais ligados à terra, ao mar, à fertilidade e à prosperidade.
  • Alfheim, mundo dos elfos;
  • Svartálfaheim, mundo dos elfos negros, habitantes das montanhas, que travaram batalhas com os elfos de Alfheim.

 

Os povos escandinavos acreditavam ainda numa série de evento, incluindo uma enorme batalha, que levaria à morte de alguns deuses, originando desastres naturais e a submersão do planeta em água, o que faria com que o mesmo renascesse, limpo e puro, conduzindo ao regresso dos deuses sobreviventes.

As divindades e seres sobrenaturais da mitologia nórdica encontram-se, ainda hoje, muito presentes no folclore do Norte da Europa, sendo alvo de vários materiais de teor cultural e lúdico, como filmes, séries, livros e videojogos.

Para que mergulhe nas maravilhas misteriosas da mitologia nórdica, organizámos um “guia” com o melhor conteúdo sobre e inspirado nestas antigas tradições escandinavas, bem como nos povos que as praticavam.

 

Livros: 

  • Mitologia Nórdica, de Neil Gaiman (2017)
  • Dicionário de Mitologia Nórdica: Símbolos, Mitos e Ritos, de Johnni Langer (2015)
  • Ragnarök – O Crepúsculo dos Deuses, de Mirella Faur (2011)
  • A Lenda de Sigurd e Gudrún, de J. R. R. Tolkien (2009)
  • Ragnarök – O Fim dos Deuses, de A. S. Byatt (2011)
  • Beowulf (data e autor desconhecidos).

 

Filmes:

  • O Homem do Norte, de Robert Eggers (2022)
  • Valhalla Rising – Destino de Sangue, de Nicolas Winding Refn (2009)
  • Beowulf & Grendel, de Sturia Gunnarsson (2005)
  • O Último Viking, de John McTiernan (1999)
  • The vikings, de Richard Fleischer (1958)

 

Séries:

  • Vikings, de Michael Hirst (2013-2020)
  • Ragnarök, de Adam Price e Emilie Lebech Kaae (2020-)
  • Norsemen, de Jon Iver Helgaker e Jonas Torgersen (2016-2020)
  • Loki, de Michael Waldron (2021-)
  • Record of Ragnarok, de Ajichika, Shinya Umemura e Takumi Fukui (2021-)

 

Videojogos:

  • Assassin’s Creed Valhalla (2020)
  • God of War (2018)
  • God of War Ragnarök (2022)
  • Jotun (2015)
  • Northgard (2017)
  • Hellblade: Senua’s Sacrifice (2017)
Related posts
CinemaCultura & ViagensFilmes

Festa do cinema: Bilhetes com preço reduzido entre 13 e 15 de maio

CulturaCultura & ViagensLisboa

Teatro em Lisboa: o que ver em abril?

Cultura & ViagensViagens

Finlândia oferece viagens para descobrir como é viver no país mais feliz do mundo

CinemaCultura & ViagensSériesTelevisão

Séries para ver em março 2024