Quantcast
Cultura & ViagensNegóciosTecnologia

Transformação Digital nas empresas: qual é a importância?

Transformação Digital

Há alguns anos que vivemos a chamada 4ª revolução industrial, mais conhecida como transformação digital. Neste artigo iremos focar-nos principalmente na transformação digital nas empresas.

Enquanto as outras revoluções industriais eram mais focadas em algo “material”, num ou outro ponto específico que revolucionou a história da humanidade tendo um impacto mais visível, a transformação digital é mais subtil e duradoura ao longo do tempo. No entanto tem o mesmo nível de impacto e importância no dia-a-dia de todos nós, mas principalmente nas empresas.

Esta transformação digital nas empresas não passa apenas pela criação de produtos mais tecnologicamente avançados, mas principalmente por uma mudança estratégica da forma de pensamento e gestão das diversas áreas e sectores empresariais: desde a forma como se gere e conecta-se os recursos humanos até à forma como os produtos e serviços de cada empresa são produzidos, geridos e colocados à disposição dos consumidores.

Podemos definir quatro principais impactos desta transformação digital empresarial:

  • Diminuição dos custos operacionais: a estratégia de usar cada vez mais a tecnologia ao dispor irá reduzir o custo de produção. Por exemplo: máquinas de produção mais eficientes que reduzem o tempo de produção e com melhor qualidade; a utilização de softwares que compilam num só workspace virtual várias funções e de fácil usabilidade para os colaboradores e o mais recente modelo de teletrabalho que permite também reduzir custos empresariais relacionados com a estrutura da empresa;
  • Maior satisfação dos clientes: é indiscutível que seja a nível de serviços, como de produtos a tecnologia e a transformação digital tem tido um aumento significativo da satisfação dos clientes, seja pela rapidez na satisfação das suas necessidades, seja pela otimização e personalização do acompanhamento ao cliente (por exemplo: existem diversas APP’s e Clouds que permitem a um cliente acompanhar as várias fases dos processos colaborativos, bem como facilitação da comunicação entre as empresas e os seus clientes para o desenvolvimento dos seus projetos);
  • Aumento da receita: a transformação digital empresarial traz consigo um potencial de aumento de receita, não só pela redução de custos operacionais, como também pelo aumento de capacidade de produção e de conseguir desenvolver e chegar a outros níveis e capacidades técnicas, que lhes permitem explorar áreas inovadoras, bem como ter no seu portfólio uma diversidade de produtos e serviços que contribuem para o crescimento das suas receitas;
  • Optimização de processos: esta é uma das grandes vantagens da evolução tecnológica e transformação digital. Quem nasceu e viveu antes da era digital, consegue ter um ponto de comparação que comprova este ponto. Se antes eram precisas viagens de longa distância para reunir entre cliente e fornecedor, enviar por correio normal contratos assinados e autenticados, se existia alguma avaria numa máquina (seja de produção ou mesmo a impressora) poderia demorar horas e dias a reparar tendo um impacto negativo no processo empresarial de produção, hoje em dia tudo isso é feito numa questão de minutos e através de poucos clicks. Uma empresa pode reunir-se através de reuniões virtuais com clientes do outro lado do mundo, enviar contratos, apresentações, partilhar o fluxo de processo dos diversos projectos em tempo real. Tudo isto é fundamental hoje em dia e até pode parecer “normal”, mas é este tipo de pensamento estratégico que leva à otimização de processos distintos.

Podemos então dizer que esta revolução não tem fim à vista. Isto porquê, perguntas tu? Porque ao contrário das outras revoluções, esta é muito mais estratégica e a verdade é que a evolução tecnológica não pára.

É fundamental que as empresas hoje em dia consigam acompanhar a evolução tecnológica, seja nos seus processos internos, como externos. 

Nos processos internos, ao usar a transformação digital a seu favor, as empresas conseguem ser cada vez mais eficientes, flexíveis ganhando uma capacidade de escalar o seu negócio e também produzindo ferramentas que “ganham tempo e recursos” fortalecendo assim as suas parcerias comerciais, conseguindo acompanhar a competição cada vez mais apertada e intensa.

Os processos externos acabam por ser um efeito e o reflexo de toda a transformação digital empresarial interna. Ou seja, se a empresa tiver uma estratégia digital que optimize internamente os seus processos, promovendo também uma melhor qualidade, mais eficiente e rápida criação de produtos e serviços, o cliente irá receber nas suas mãos algo que não só satisfaz as suas necessidades, mas que também permite melhorar a sua qualidade de vida e ter acesso a ferramentas e produtos que antes não teria.

A combinação de todos os fatores acima descritos é o que permite a contínua evolução tecnológica e a descoberta não só de novos produtos, serviços e inovações, como também novas formas de cooperação e integração de “coisas” que aparentemente não se encaixavam, para a construção de um puzzle cada vez mais evoluído, eficiente e inovador.

Related posts
Cultura & ViagensViagens

Férias românticas em Portugal: 10 destinos memoráveis

CinemaCultura & ViagensFilmes

Festa do cinema: Bilhetes com preço reduzido entre 13 e 15 de maio

CulturaCultura & ViagensLisboa

Teatro em Lisboa: o que ver em abril?

Cultura & ViagensViagens

Finlândia oferece viagens para descobrir como é viver no país mais feliz do mundo