Quantcast
FinançasFinanças PessoaisNacional

Finanças Pessoais: Mulheres e Dinheiro

Finanças no feminino

Falar de mulheres e dinheiro é um assunto série com repercussões sociais violentas e castradoras na vida da mulher.

De acordo com os dados da CITE (Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego), em Portugal, as mulheres auferem, em média, menos 16,7% do que os homens pelo exercício de uma mesma função, o que leva a constrangimentos de vária ordem na gestão financeira da vida das mulheres portuguesas.

Para além do gritante atropelo à Constituição portuguesa, esta desigualdade salarial leva à continuação de práticas de domínio financeiro de muitos homens sobre as mulheres e à incapacidade de estas, viverem uma vida livre e independente.

Por estas e muitas outras razões, a ideia de empoderamento feminino acaba por ganhar mais força do que nunca numa sociedade ainda marcada pelo sexismo com o objetivo de defender os direitos da mulher e fazer-se cumprir Abril.

Empoderamento feminino x finanças: por que isso também é assunto de mulher? 

Esses dois assuntos se tornam relevantes quando percebemos a ausência de figuras femininas em espaços como o mercado financeiro. 

Empoderamento financeiro feminino

Numa sociedade em que o dinheiro é quem mais ordena, quem controla os seus próprios recursos financeiros, controla a sua liberdade, independência e poder de decisão sobre os aspetos mais importantes da sua vida.

Infelizmente, para muitas mulheres isto ainda não passa de aspiração futura, já que ainda subsiste a ideia generalizada de que é ao homem que compete a gestão financeira da casa.

Esta é, contudo, uma ideia em desconstrução, especialmente pelas mulheres que já alcançaram a sua independência financeira, como se pode atestar pelos dados do Banco Mundial que nos dizem que 75% das compras de bens de consumo é realizada por mulheres.

Em conjunto, tudo o que temos vindo a falar acaba por realçar a importância de uma rede de empoderamento financeiro feminino que abar caminho a que mais mulheres consigam obter a independência financeira que lhes permita serem mais livres.

Importância do empoderamento financeiro feminino – As Mulheres e o Dinheiro

Ao funcionar como uma rede de apoio mutuo, o empoderamento feminino pode ajudar mulheres em situação de dependência financeira a libertarem-se dessas amarras à sua liberdade e gerarem emprego e oportunidades para outras mulheres.

Assim, esta rede de apoio e consciência coletiva fomenta não só a independência financeira, como também: 

  • Proporciona a segurança e estabilidade necessária às mulheres quando estas atingem a idade de reforma;
  • Abrir perspetivas de investimento reais às mulheres e permitir-lhes aumentar o se património.
Related posts
Finanças

Rendimento Social de Inserção: tudo o que precisas de saber

FinançasFinanças Pessoais

Dicas para poupar nas próximas férias

FinançasSubsídios

Subsídio para assistência a neto: como pedir?

FinançasFinanças Pessoais

Penhora de vencimentos: o que é e quais os limites?