Quantcast
FinançasFinanças PessoaisInternacionalNacional

Investidores: o que fazer com o mercado em queda?

Investidores

Apesar dos contribuintes assegurarem, como se viu na crise do sub-prime, que os mercados financeiros não “crashem” , a verdade é que quando os investidores vêem o mercado em queda normal que o nervosismo e o receio de perder o que investiu se apodere dele.

Apesar de normal, esta não tem de ser a sua primeira reação. Venha connosco aprender a gerir uma situação em que o mercado entra em queda.

Investidores: O que fazer com o mercado em queda?

  • Controlar as emoções e não fazer nada

Quando percebem que o mercado está em queda, muitos investidores dão por exemplo, ordem imediata de venda das suas ações de modo a conter os prejuízos. Contudo, em muitos casos, isto pode revelar-se um erro, uma vez que se souber esperar, o valor das ações, por norma (fator histórico), acaba por recuperar.

Assim, o nosso primeiro conselho é para que não tome decisões precipitadas, especialmente se é um investidor a longo prazo. Deixe a poeira assentar e os mercados recuperarem antes de tomar qualquer decisão.

  • Investir

Pode parecer um contrassenso, mas, de facto, é uma excelente manobra de gestão, uma vez que irá poder usufruir de ativos mais baratos que investidores menos “calmos” venderam ao desbarato.

Por isso, se já andava a namorar ativos que, entretanto, se desvalorizaram e foram colocados à venda, o mercado em queda é uma boa altura par reforçar a sua carteira de investimentos com ativos de valor a preço de saldo.

  • Procurar o auxílio de um especialista

Falamos em manter a calma numa situação em que o mercado entra em queda, mas quando é o nosso dinheiro que está em jogo, é normal que a dúvida se apodere de nós e acabemos por vender ao desbarato.

Para que isso não se verifique, pondere pedir auxílio a um profissional que além de lhe dar uma perspetiva assente na razão e não na emoção, analisa a sua situação e poderá ajudá-lo a tomar as melhores decisões.

  • Faça por diversificar os seus investimentos

Esta é uma regra básica do investimento em mercados financeiros: não coloque todos os ovos num só cesto, diversifique os seus investimentos.

Quanto mais diversificada for a sua carteira de ativos, melhor preparado estará para uma potencial queda no mercado, uma vez que nem todos os seus investimentos serão afetados.

  • Invista racionalmente

Investir racionalmente significa, acima de tudo, investir o dinheiro que se pode “dar ao luxo” de perder.

Por isso, não toque no dinheiro das poupanças ou do fundo de maneio que tem para possíveis emergências. Apesar de uma queda no mercado ser, como referimos, uma oportunidade de comprar ativos a preços mais baixos, não deverá fazê-lo com dinheiro que já estava destinado a coisas mais importantes e futuras necessidades.

  • Invista com cautela se estiver às portas da reforma

Quando o mercado entra em queda, quem mais tem a perder são os investidores à beira de reforma que investiram no mercado financeiro de forma a amealharem dinheiro para uma reforma mais confortável.

Nestes casos, os investimentos perdidos na queda do mercado são bem mais complicados de recuperar a longo prazo, logo é necessário que com a aproximação da idade da reforma adopte um perfil mais conservador de forma a evitar riscos.

Para além disto, caso ocorra uma queda no mercado, consulte sempre um profissional que o irá ajudar a gerir a situação.

Subscreva para receber o mais recente conteúdo sobre finanças e campanhas especiais.

Related posts
FinançasFinanças PessoaisNacional

Dicas para poupar durante as férias de verão

Finanças PessoaisNacional

Idade e penalizações: Pedir Reforma em 2024 e 2025

FinançasFinanças PessoaisNacional

Seguro de Viagem: vale a pena contratar?

FinançasFinanças PessoaisInvestimentosNacional

Quer resgatar o seu PPR? Saiba como