Quantcast
ComportamentoLifestyle

Viver em casa dos pais depois dos 30 anos

Viver em casa dos pais

São muitos os jovens portugueses que, até ou depois dos 30 anos, ainda estão a viver em casa dos pais.

Segundo o Eurostat, a média da UE é sair de casa aos 26,5 anos, mas está cada vez mais complicado, principalmente para os portugueses, que ficam em casa dos pais, em média, até aos 33,6 anos.

Desde a adolescência que um dos eventos mais importantes em toda a sua dimensão era a saída de casa dos pais e a possibilidade de ir viver sozinho. Hoje em dia isso está praticamente fora de questão, para não falar dos filhos que, depois de terem conseguido atingir a sua independência, se vêem obrigados a voltar a viver em casa dos pais. 

Jovens adultos na faixa dos 30 anos a viver em casa dos pais

Enquanto, tradicionalmente, a independência financeira e a saída do seio familiar eram datas importantes da transição para a vida e idade adulta, hoje em dia está cada vez mais longe e difícil de acontecer. Face ao panorama que vivemos em Portugal, existem dois fatores preocupantes que estão a impedir que muitos filhos deixem de viver em casa dos pais. Ainda que o Estado tenha alguns programas e medidas para ajudar os jovens com a questão do arrendamento, a situação não está fácil!

Situação económica atual

Um dos fatores mais impactantes que contribui para a permanência dos filhos de 30 anos em casa dos pais é a situação económica que se vive atualmente em Portugal. O desemprego entre os jovens, bem como salários baixos e insuficientes para pagar as despesas básicas, tornam cada vez mais difícil os jovens adultos se sustentarem sozinhos. A falta de estabilidade financeira é altamente impeditiva para que um jovem adulto consiga sair de casa dos pais.

Mercado Imobiliário e custos de arrendamento

O mercado imobiliário em Portugal está a atravessar uma crise absurda: Os preços das habitações e o custo de vida nos últimos anos sofreram aumentos incomportáveis para a grande maioria das pessoas. Isto torna então a possibilidade de casa própria impossível, e até mesmo o arrendamento muito difícil para os jovens adultos, a um preço acessível.

Viver em casa dos pais aos 30 anos pode ter implicações sociais e emocionais, sendo que, cada vez mais os jovens não conseguem sequer ter escolha face à instabilidade financeiras.

Related posts
Casa & DecoraçãoLifestyle

8 dicas de Feng Shui para um quarto equilibrado

Casa & DecoraçãoLifestyle

Oosouji: o método japonês para limpar a casa

Casa & DecoraçãoLifestyle

Como remodelar a cozinha sem obras?

Casa & DecoraçãoLifestyle

Bases de duche: como escolher a ideal para a tua casa de banho?