Quantcast
Saúde & Bem Estar

Botox combate transtornos mentais? Estudo diz que sim!

botox

Um grupo de cientistas alemães concluiu que a injeção de botox pode ajudar com alguns transtornos mentais, como a depressão e a ansiedade.

De acordo com um grupo de especialistas da Escola de Medicina de Hannover, na Alemanha, num estudo publicado na revista “Scientific Reports“, a injeção de toxina botulínica na testa pode contribuir para a diminuição de emoções negativas em pessoas com transtornos mentais, com ansiedade e depressão.

De modo a realizar esta investigação, os cientistas recorreram a ressonâncias magnéticas, sendo que, através das imagens captadas, observaram o efeito que o botox tem nos neurónios de pacientes com depressão e transtorno de personalidade borderline, uma perturbação que gera mudanças bruscas de humor no indivíduo.

Os médicos concluíram que a aplicação de botox na testa altera o funcionamento da amígdala do cérebro, grupo de células localizado na região do cérebro onde os medos são processados, o lobo temporal.

Com a lógica da teoria do feedback facial em mente, que dita que aquilo que sentimos se reflete rapidamente no nosso rosto, os especialistas afirmam que o botox consegue alterar a resposta emocional de uma pessoa, ao paralisar o ciclo de feedback entre os músculos e a testa.

De acordo com Tillmann Krüger, um dos autores do estudo, quando “a testa está relaxada, ela transmite uma sensação mais positiva ao organismo, por assim dizer”.

Leia também sobre como realizar exercícios com pesos pode ajudar contra a morte precoce!

Escrito por João Serra

Related posts
SaúdeSaúde & Bem Estar

Ácido úrico elevado: o que é, sintomas e causas

SaúdeSaúde & Bem Estar

Blefarite: como tratar a inflamação das pálpebras

SaúdeSaúde & Bem Estar

Rosácea: mais do que vermelhidão

NutriçãoSaúdeSaúde & Bem Estar

Leite de vaca: 10 benefícios para a saúde