Quantcast
AutomóveisDicasManutenção

Como poupar na manutenção do carro?

Como poupar na manutenção do carro?

A manutenção do carro representa uma despesa acrescida para qualquer orçamento. Vem conhecer alguns cuidados básicos para poupar na manutenção do teu carro.

A manutenção de um carro pode sair muito cara ao teu bolso, uma vez que o carro depara-se frequentemente com uma variedade de problemas. Quer se trate da compra de gasolina, da mudança de óleo, da manutenção programada, da compra de pneus novos ou da estranha luz de verificação do motor, estas despesas parecem intermináveis.

No entanto, se correres para a oficina após cada problema que o teu carro tenha — mesmo não sendo grave — vais gastar imenso dinheiro. Por outro lado, se ignorares completamente a manutenção do automóvel também vais aumentar o risco de o teu carro ter problemas graves a longo prazo.

Assim, torna-se essencial aprender a fazer as reparações e a manutenção do teu carro, mesmo com os automóveis modernos que parecem ser demasiados complexos. Porém, apesar da complexidade dos carros modernos, ainda há um número significativo de ações que podes fazer e que te permitirão poupar na manutenção do carro. Por exemplo, podes poupar em peças, mão de obra, eficiência e muito mais, simplesmente sendo inteligente na forma como mantém o seu carro.

Como poupar na manutenção do carro?

A manutenção correta do seu carro não tem de ser dispendiosa. Se esta for feita de forma responsável, pouparás dinheiro em manutenção com o teu automóvel. Além disso, vais valorizar o teu carro, o que na hora de vender pode fazer toda a diferença.

Eis, alguns cuidados básicos que deves ter para poupar na manutenção do carro:

Lê o manual do proprietário

Todos os carros novos (e a maior parte dos carros usados) têm um manual do proprietário no porta-luvas. Se perdeste o teu, podes provavelmente encontrá-lo online — basta procurar a marca, o modelo, o ano do teu automóvel e as palavras “manual do proprietário”.

Este manual do proprietário contém as respostas às perguntas mais comuns sobre um determinado veículo.

É da tua responsabilidade, enquanto proprietário de um automóvel, estar familiarizado com as peculiaridades, características e requisitos de manutenção do teu veículo. Saber estas informações pode ser um grande benefício — seguindo as regras do fabricante, podes poupar uns bons euros.

Tem uma condução defensiva

É uma regra bastante simples, mas que muitos condutores não seguem — ter uma condução defensiva — e que leva à deterioração de algumas peças do carro, e até a acidentes de tráfego. E não há nada mais caro do que um acidente. 

De fato, o estilo de condução está diretamente relacionado com a duração e a fiabilidade do teu carro. Ou seja, a condução agressiva aumenta o calor no motor, na transmissão, nos travões, nos pneus, entre outras peças, reduzindo significativamente a vida útil do teu veículo.

Por exemplo, o calor reduz a vida útil da transmissão para metade por cada 10 graus acima da temperatura normal de funcionamento. 

Está atento ao consumo de combustível

Como já referimos acima, o tipo de condução pode levar a uma mudança no consumo de combustível. Porém, também pode acontecer um aumento do consumo sem que tenha havido qualquer alteração na condução.

Quando assim acontecer (especialmente quando o consumo for maior que o habitual), pode significar algum problema ou avaria no carro. Recomendamos uma visita ao mecânico.

Verifica regularmente líquidos, óleos e pneus

O óleo é um componente essencial para o bom funcionamento do motor. Não só lubrifica vários componentes do motor, como reduz a fricção entre as peças e previne a corrosão.

Uma vez que o óleo do motor desempenha um papel tão essencial, torna-se ainda mais importante que seja feita uma verificação regular do seu nível. Vê como e quando fazer a mudança de óleo do motor neste artigo.

Outra das questões a que deves ter atenção são as eventuais fugas. Recomenda-se verificar, com alguma regularidade, se há alguma mancha líquida no chão. Se encontrares manchas recentes, dirige-te a um mecânico.

Além do óleo do motor, há outras verificações que deves fazer regularmente no teu carro, como:

  • líquido do radiador; 
  • água do depósito dos limpa-vidros; 
  • fim, verifique regularmente a pressão dos pneus. 

Para que nada falhe no teu carro, segue as recomendações do fabricante, bem como os conselhos do teu mecânico no que diz respeito às trocas e substituições.

Troca a correia de distribuição

A correia de distribuição é um dos componentes mais importantes de todo o compartimento do motor. É responsável por sincronizar o movimento de várias peças do motor. Por isso, caso ela se parta, pode comprometer todo o funcionamento do carro (e a sua carteira, já que receberia uma conta avultada da oficina).

Por norma, a mudança da correia de distribuição deve ser feita a cada 100 000 ou 120 000 quilómetros percorridos. Porém, se não conduzires com muita frequência, a quilometragem deixa de ser o seu indicador de referência. 

Nestes casos, podes considerar o número de anos passados desde a última mudança. Assim, troca a correia de distribuição de 5 em 5 anos.

Verifica o estado das escovas do para-brisas

Muitas vezes esquecidos, os limpa-para-brisas são um elemento muito importante do carro, especialmente nas épocas mais chuvosas e frias do ano. Um mau estado dos limpa-para-brisas não afetam o funcionamento do carro, mas compromete a tua segurança rodoviária.

Dito isto, verifica regularmente o estado das escovas do para-brisas, já que podem ter borracha ressequida — pode riscar o vidro e não conseguir afastar devidamente a agua da chuva — impossibilitando a tua visibilidade da estrada. 

Por isso deves substituí-las sempre que forem visíveis os primeiros sinais de desgaste. Além disso, como já referimos anteriormente, deves verificar se existe líquido de limpeza suficiente no depósito dos limpa-vidros. Caso seja necessário, repõe este líquido.

Tem cuidado com a suspensão

A suspensão do carro é um sistema de segurança ativa que mantém as rodas em contacto com o solo, garantindo uma máxima aderência ao piso. 

É exatamente este sistema que garante a absorção do impacto do veículo com o solo, assegurando a estabilidade do mesmo e o conforto e segurança dos seus ocupantes. 

Por isso, é importante verificar se a mesma se encontra em bom estado. Descobre neste artigo como identificar problemas na suspensão do carro.

Trata do exterior do carro

Para uma boa manutenção do carro, não importa só os componentes responsáveis pela sua circulação. O exterior do carro, principalmente no momento da venda, pode ser tão importante como os restantes componentes do carro. 

Deves ter vários cuidados básicos que não só valorizam o teu carro, como podem evitar despesas futuras mais avultadas, como:

  • lavar o carro
  • polir o carro;
  • aplicar uma cera de qualidade de 6 em 6 meses;  
  • proteger os plásticos do habitáculo do sol e do calor; 
  • evitar estacionar debaixo de árvores que possam manchar a pintura do veículo.

Limpa o carro regularmente

Um carro limpo é mais do que apenas bonito de se ver. As migalhas no interior podem atrair insetos e roedores, que podem causar danos dispendiosos no isolamento e nos estofos. Por exemplo, um pequeno rato que mastiga os cabos à procura de uma migalha perdida pode custar vários euros em danos. 

Além disso, um veículo bem conservado mantém o seu valor melhor e quando chegar a altura de vender ou trocar por um carro diferente, os potenciais compradores notam a diferença.

Por todas estas razões deves manter o teu carro limpo, principalmente no interior. Assim, limpa e aspira os bancos, tapetes e bagageira.

Related posts
AutomóveisCrédito AutomóvelDicas

Como trocar de carro: conhece as diferentes opções

AutomóveisDicasManutenção

Líquido de refrigeração: quando tens de o mudar?

AutomóveisDicas

Conduzir à chuva: cuidados a ter

AutomóveisLegislação

Novas regras nas cartas de condução