Quantcast
AutomóveisLegislaçãoManutenção

O que são os combustíveis sintéticos?

O que são os combustíveis sintéticos?

À medida que se procura reduzir as emissões de gases com efeito de estufa, as indústrias procuram soluções alternativas aos combustíveis fósseis. Os combustíveis sintéticos, também conhecidos como e-fuels, são apenas um dos inúmeros caminhos que estão a ser explorados neste esforço. Por isso, neste artigo vamos aprofundar um pouco mais o que são estes combustíveis.

O Acordo de Paris exige que o aquecimento global seja limitado a 2 ºC acima dos níveis pré-industriais. Para que isso seja possível, o CO2 fóssil emitido pelos veículos terá que ser reduzido a quase zero nas próximas três décadas. 

Apesar dos esforços para a eletromobilidade, cerca de metade dos veículos que vão circular nas estradas em 2030 já foram vendidos e a maioria deles têm motores a gasolina ou diesel. A solução para utilizar estes veículos e continuar a reduzir os níveis de emissão de poluentes, está na utilização de combustíveis sintéticos renováveis.

O que são os combustíveis sintéticos?

Os combustíveis sintéticos são combustíveis líquidos que têm basicamente as mesmas propriedades que os combustíveis fósseis, mas são produzidos artificialmente.

Apesar de serem um tipo de combustível neutro em termos de carbono, podem ser utilizados em motores de combustão interna.

Mais, todos os veículos que atualmente utilizam gasolina ou gasóleo podem utilizar combustíveis sintéticos a partir de 2035 porque, quimicamente, ambos os tipos de combustíveis são semelhantes.

Isto significa que podes conduzir o teu carro e reduzir a pegada de carbono ao fazê-lo. A melhor parte é que esta alternativa ecológica à gasolina pode ser abastecida a partir da infraestrutura existente de estações de serviço normais. 

Deste modo, para além de poupar dinheiro aos prestadores de serviço, ao utilizar infraestruturas já existentes, também permite que os utilizadores poupem tempo em relação à outra alternativa verde — os carros elétricos, que demoram minutos e até horas a reabastecer.

Como são feitos os combustíveis sintéticos?

Os combustíveis sintéticos são produzidos através da separação da água nas suas partes constituintes de oxigénio e hidrogénio, por eletrólise.

O hidrogénio é depois misturado com CO2 para produzir metanol sintético, que pode depois ser refinado em gasolina ou gasóleo sintéticos para abastecer o seu automóvel de combustão interna de uma forma que consome efetivamente CO2 em vez de o bombear para a atmosfera.

Diferença entre combustíveis fósseis e sintéticos 

A principal diferença entre combustíveis fósseis e sintéticos é a forma como são produzidos. Apesar de ambos conterem moléculas de hidrocarbonetos, os sintéticos capturam o dióxido de carbono e o hidrogénio renovável através da eletrólise.  

Os combustíveis fósseis são formados ao longo de milhões de anos no subsolo a partir de matéria orgânica que é transformada em carvão, gás natural ou petróleo. Por outro lado, os combustíveis sintéticos são produzidos imitando estes processos naturais, mas utilizando recursos renováveis.

Vantagens 

Em comparação com os combustíveis fósseis, os sintéticos permitem:

  • A redução da emissão de gases poluentes com efeito de estufa;
  • Compatibilidade com a tecnologia e infraestrutura dos veículos já existente no mercado automóvel;
  • Não utilizam petróleo;
  • Maior sustentabilidade;
  • Versatilidade e facilidade de implementação.

Desvantagens

Obviamente, nada é perfeito. A produção de combustíveis sintéticos necessita de muita energia e, infelizmente, é provável que continuemos a depender dos combustíveis fósseis para produzir combustíveis limpos. 

Nesse sentido, a solução do futuro passará por utilizar as energias renováveis como fonte de energia, de maneira a obter um combustível sintético totalmente limpo.

Esta tecnologia pode ajudar a alimentar veículos antigos ou veículos que, nesta fase, não podem funcionar com eletricidade, e, ao mesmo tempo, reduzir o nosso impacto no clima.

Related posts
AutomóveisEventos

Carro do ano 2024: os finalistas

AutomóveisDicasManutenção

Como poupar na manutenção do carro?

AutomóveisManutenção

Avarias graves: o que fazer para evitar?

AutomóveisDicasManutenção

Carro parado? Vê quais os cuidados a ter