Quantcast
FinançasInternacionalNacional

Taxa de câmbio: o que é e como funciona?

Taxa de câmbio

O câmbio é o processo através do qual se troca uma moeda por outra e no qual a taxa de câmbio intervém para apurar quanto vale, cotação, a moeda que queremos trocar. A taxa de câmbio é igualmente importante pela influência direta que tem no valor das importações e exportações, como vamos ver a partir de agora.

O nascimento do euro e a adopção desta moeda por Portugal fez-nos esquecer da boa e velha taxa de câmbio, contudo, quando viajamos para fora da zona Euro eis que o passado bate à porta e o câmbio de moedas volta a ser assunto.

Assim é, para além de toda a burocracia e malas com que nos temos de preocupar, quando viajamos para fora da zona Euro ainda temos que levar a moeda local, pelo menos, para cobrir as primeiras despesas. No momento em que se dirige a um banco ou a uma loja de câmbios para trocarmos os nossos euros por, por exemplo, dólares, yenes ou reais entra em cena a taxa de câmbio.

Contudo, não é apenas na aferição de quanto dinheiro do local de destino levamos no bolso por troca com os euros, a taxa de câmbio é igualmente importante pela influência direta que tem no valor das importações e exportações, como vamos ver a partir de agora.

Taxa de câmbio: o que é e como funciona?

Na prática, o câmbio é o processo através do qual se troca uma moeda por outra e no qual a taxa de câmbio intervém para apurar quanto vale, cotação, a moeda que queremos trocar.

Esta taxa de câmbio é normalmente representada pelos símbolos das duas moedas em questão. O primeiro corresponde à moeda que vamos trocar, enquanto o segundo corresponde à moeda que queremos receber.

Por exemplo, caso façamos uma viagem ao Brasil, teremos obrigatoriamente de trocar euros por reais (moeda brasileira) e neste caso teremos de considerar a taxa de câmbio EUR/BRL que representa o valor em reais de cada euro.

No momento em que escrevemos este artigo, a taxa EUR/BRL é de 5,5126, o que significa que por cada euro vamos receber 5,5126 reais.

Agora imagine que quer saber quanto custa, em euros, uma determinada compra que fez no Brasil. Se esta compra custou-lhe 50 reais, em euros isso irá corresponder à divisão do valor em reais pela taxa de câmbio EUR/BRL, isto é:

Valor da compra em Euros = Valor da compra em Reais/taxa de câmbio EUR/BRL

Aplicando esta forma ao nosso exemplo, temos:

50/5,5126 = 9,07 euros

Assim, a compra de 50 reais que efetuou custou-lhe 9, 07 euros.

Chegamos a este valor através da taxa de câmbio EUR/BRL, mas também o podíamos ter feito aplicando a taxa de câmbio inversa, ou seja, a BRL/EUR que representa quantos euros podemos obter com um real.

Para calcular quantos euros vale um real, o cálculo é simples:

Basta dividir 1 euro por 5,5126 (taxa de câmbio do real). Feitas as contas chegamos à conclusão que um real vale 0,181 euros. Assim, se pretendermos trocar, por exemplo, 100 reais por euros, vamos obter o equivalente a 100 x 0,181, ou seja, 18,1 euros.

Estas taxas de câmbio face ao euro são fixadas diariamente entre os bancos centrais europeus e definidas pelo Banco Central Europeu por volta das 14h15, momento em que são publicadas pelo Banco de Portugal.

Estas taxas, comummente denominadas de fixing, são apenas indicativas e não aquelas que verá quando vai ao banco trocar euros por uma outra moeda. Na informação que lhe é fornecida verá duas cotações. A de venda (a da esquerda) e de compra (a da direita) sendo que a cotação de compra é sempre superior à cotação de venda.

A taxa de câmbio, direita ou esquerda, a utilizar irá depender da operação que quiser efetuar. Por exemplo, no banco tem acesso à informação de que a cotação EUR/BRL está nos 1/5,5126 Caso pretenda trocar euros por reais, estará a vender euros ao banco, o que significa que por cada euro que entregar receberá 5,51 reais, mas se regressar do Brasil com reais e quiser comprar euros, por cada real que entregar receberá 0,18 euros

Como referimos, para levar a cabo estas operações, terá de se dirigir a bancos ou agências de câmbio que estejam autorizadas e, por isso, registadas no Banco de Portugal. Antes de ir a uma casa câmbio, verifique na página do BdP se é uma entidade autorizada.

Estas instituições autorizadas podem fixar podem fixar livremente as taxas de câmbio, assim como as comissões que cobram nesta operação cambial. Contudo, estas informações têm, por lei, de estarem obrigatoriamente em local visível.

Influência da taxa de câmbio na economia

As taxas de câmbio têm, como referimos anteriormente, um peso importante na economia de um país, já que influem diretamente nos preços das importações e exportações-

Por exemplo, tem uma empresa que vende têxteis para o Brasil e vai importar um tecido especial do Brasil no valor de 75 mil reais. No dia em que a compra é realizada, a taxa de câmbio EUR/BRL diz-lhe que 1 euro vale 5,06 reais fazendo com que pagasse pelo tecido 14 822 euros (75 000/5,06)

Caso, ao invés de 5,06 reais, a taxa de câmbio EUR/BRL estivesse nos 1 : 6,07, o valor a pagar pelo tecido em euros seria menor: 75000/ 6,07 = 12 355 euros.

Isto significa que caso o euro se valorize face ao real, irá pagar menos pelas suas compras no Brasil, ou seja, impacto positivo nas importações, mas negativo nas exportações, uma vez que irá receber menos por cada peça vendida para o Brasil.

Se ao invés de valorizar, o euro desvalorizar, o cenário inverte-se e passa a pagar mais pelo tecido importado do Brasil, ou seja, a desvalorização do euro acaba por ter um impacto negativo nas importações, mas um impacto positivo nas exportações já que irá receber mais euros pelos produtos que vender.

Leia também: Amortizar crédito habitação: o que deve saber?

Related posts
Finanças

Rendimento Social de Inserção: tudo o que precisas de saber

FinançasFinanças Pessoais

Dicas para poupar nas próximas férias

FinançasSubsídios

Subsídio para assistência a neto: como pedir?

FinançasFinanças Pessoais

Penhora de vencimentos: o que é e quais os limites?