Quantcast
CarreiraFormação & Carreira

Contratação de Professores em Portugal

Contratação de Professores

Nos últimos anos, os professores em Portugal têm enfrentado muitos desafios e isso tem trazido muitas implicações na contratação de professores. Questões como salários baixos, falta de reconhecimento profissional e aumento da carga de trabalho têm sido pontos de preocupação. O sistema de progressão na carreira tem sido criticado por ser complexo e pouco motivador, o que se tem traduzido numa desmotivação entre professores, assim como a crescente burocracia e a falta de investimento em recursos pedagógicos adequados acabam por dificultar o processo de ensino e aprendizagem.

O ano letivo passado foi marcado por inúmeros protestos por parte dos professores face à falta de condições de trabalho, nomeadamente no que diz respeito à contratação de professores. Aliás, ainda o novo ano não começou e o sindicato já tem a primeira greve do ano lectivo marcada, para dia 6 de outubro. 

Até então, as greves tinham como fundamento alguns aspectos importantes pelos quais os professores lutavam:
a instabilidade; a precariedade; a burocracia; as dificuldades de progressão da carreira; o tempo de serviço que não é contacto e claro, o valor dos salários. 

Assim sendo, não havia margem para dúvida de que algo tinha que ser feito.
Há cerca de uma semana, o Governo emitiu um comunicado que dava conta que ‘’8 mil professores entram para os quadros já este ano’’Nesse mesmo comunicado, pode ainda ler-se que ‘’Contas feitas, só em 2023, deixarão de estar em contratos precários 7983 professores.’’
‘’Cumpre-se, assim, uma etapa importante do processo de valorização da carreira dos professores e um passo essencial para a atratividade da carreira para os mais jovens, face à muito significativa redução do tempo previsto para a vinculação.

Das 10.500 vagas para vinculação dos professores, apenas foram contratados 7.983 mil professores, pois muitos optaram por não concorrer, adianta ainda o Ministro da Educação, João Costa.

A contratação dos professores não é um problema dos dias de hoje, aliás são muitos os que preferiram deixar de ser professores ou que simplesmente preferiram seguir outra carreira, face ao panorama em Potugal.
Portugal classifica-se como o país na UE onde há mais docentes da faixa etária jovem com contratos a termo, cerca de mais 50% do que a média europeia.

Related posts
Direitos do TrabalhadorFormação & Carreira

Queres tirar uma licença sem vencimento? Sabe como fazê-lo!

Direitos do TrabalhadorFormação & Carreira

Viajar em trabalho: direitos e deveres

Bem-Estar no trabalhoFormação & Carreira

Síndrome pós-férias: como evitar?

Direitos do TrabalhadorFormação & Carreira

1 de maio: Direitos fundamentais dos trabalhadores