Quantcast
CarreiraFormação & CarreiraNotícias

Programa BrightStart: tecnologias informáticas para os finalistas do ensino secundário.

programa brightstart

O programa BrightStart procura desenvolver as competências de finalistas do ensino secundário que pretendam ingressar na área das Tecnologias Informáticas.

Organizado pela Deloitte Central Services, uma empresa que presta serviços de audit & assurance, consulting, financial advisory, risk advisory e tax, o programa BrightStart é uma oportunidade de ouro para os jovens que terminaram o secundário e estão à procura (enquanto estudam) de desenvolver as suas competências na área da informática.

A iniciativa permite-te tirar uma licenciatura em Tecnologias Informáticas e trabalhar em projetos reais com colegas da Deloitte, com acesso a uma bolsa mensal e sem qualquer preocupação com propinas.

Especificidades do programa

O programa BrightStart tem uma duração de cinco anos. Durante este período de tempo, os alunos concluirão um Curso Técnico Superior Profissional (CTeSP) e uma licenciatura na área de Tecnologia.

Como referimos, as propinas do curso são asseguradas pela Deloitte, sendo que ainda tens acesso a uma bolsa mensal. O valor desta vai progredindo em função do teu desempenho académico e profissional. Na verdade, no caso de seres admitido no curso, a Deloitte devolve o valor da taxa de candidatura.

No entanto, é necessário ter em conta que a participação no programa BrightStart está sujeita a um processo de seleção definido e implementado pelas entidades gestoras. Após a candidatura, a Deloitte e os institutos académicos parceiros escolhem os estudantes através de uma dinâmica de grupo, uma entrevista com um manager e um sócio da empresa.

Durante os cinco anos desta iniciativa, poderás desenvolver “projetos de cariz tecnológico para o mundo inteiro, com as mais recentes tecnologias, sempre com o apoio dos colegas da Deloitte”, informa a empresa.

Como realizar a candidatura

Se estás interessado e ansioso/a para realizar a tua candidatura, o processo é bastante simples. Basta acederes ao website da Deloitte e escolheres o estabelecimento de ensino no qual procuras integrar o projeto. Existem acordos com o Instituto Politécnico de Setúbal, a Universidade do Algarve, o Instituto Politécnico do Cávado e Ave, o Instituto Politécnico de Coimbra, o Instituto Politécnico de Viseu e a Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Lamego.

Esta iniciativa, que começou em 2017, procura ter impacto a um nível nacional, tendo sido lançada, pela primeira vez, no Instituto Politécnico de Setúbal. Depois de se revelar como um projeto de sucesso, foi estreado em Leiria e Viseu, em 2019, e no Algarve, em Braga e Coimbra, em 2021.

Em Portugal, a Deloitte tem escritórios em Lisboa e no Porto, bem como um centro tecnológico em Viseu. Conta ainda com mais de 5.000 profissionais.

Related posts
Direitos do TrabalhadorFormação & Carreira

Queres tirar uma licença sem vencimento? Sabe como fazê-lo!

Direitos do TrabalhadorFormação & Carreira

Viajar em trabalho: direitos e deveres

Bem-Estar no trabalhoFormação & Carreira

Síndrome pós-férias: como evitar?

Direitos do TrabalhadorFormação & Carreira

1 de maio: Direitos fundamentais dos trabalhadores