Quantcast
SaúdeSaúde & Bem EstarSaúde Mental

Dopamina: tudo o que precisas de saber

Dopamina

O que é a dopamina?

Também conhecida como a “molécula da motivação”, a dopamina é uma substância química que promove sentimentos de prazer, motivação e recompensa. Por isso, quando os níveis de dopamina diminuem podemos sentir-nos desmotivados, tristes e até deprimidos.

Composta por átomos de carbono, hidrogénio, oxigénio, e nitrogénio, a dopamina é produzida principalmente nas áreas do cérebro, um neurotransmissor crucial no funcionamento do sistema nervoso central, desempenhando um papel fundamental em várias funções cognitivas e emocionais. Este pequeno composto químico exerce um impacto significativo no nosso comportamento, nas nossas emoções e na motivação.

O que pode causar a falta de dopamina?

A falta de dopamina no cérebro pode ocorrer devido a várias causas, e isso pode levar a uma série de problemas de saúde, tais como:

#1. Doença de Parkinson: A doença de Parkinson é uma condição neurodegenerativa em que as células são danificadas e gradualmente destruídas. Isso resulta em uma diminuição significativa nos níveis de dopamina, levando a sintomas como tremores, rigidez muscular, bradicinesia (movimentos lentos) e dificuldades de coordenação.

#2. Lesões cerebrais: Traumas, tumores e outras lesões no cérebro podem afetar a capacidade do sistema nervoso de produzir ou liberar esta substância normalmente.

#3. Uso de drogas e medicamentos: O uso prolongado de certos medicamentos, como antipsicóticos, pode interferir, levando a uma diminuição dos níveis desse neurotransmissor. Além disso, o uso indevido de drogas como a cocaína e a metanfetamina podem ser prejudiciais para o cérebro.

#4. Alimentação: A ingestão inadequada de nutrientes essenciais podem contribuir para afetar os níveis de dopamina no cérebro.

#5. Stress: Embora o mecanismo não seja totalmente compreendido, o stress e a depressão podem afetar negativamente a função desta substância no cérebro, resultando em sintomas como a apatia, falta de motivação e tristeza. 

Como podemos aumentar os níveis de dopamina? 

Aumentar os níveis de dopamina de forma saudável pode contribuir para o bem-estar emocional e a motivação. Para isso, é preciso de adotes alguns estilos de vida mais saudáveis, como: 

#1. Boa alimentação: Consumir uma dieta rica em nutrientes é fundamental. Alimentos como bananas, abacates, peixes, ovos, carne magra, nozes, sementes de abóbora e feijões contêm precursores da dopamina, como tirosina e fenilalanina. Certifica-te que os consomes diariamente. 

#2. Exercício físico: A atividade física regular estimula a liberação de dopamina e outros neurotransmissores relacionados ao prazer e à motivação. 

#3. Sono reparador e eficaz: Tenta manter uma rotina de sono consistente e criar um ambiente propício para um sono tranquilo.

#4. Evitar excessos: Embora a procura por recompensas e estímulos seja importante, o excesso de estímulos artificiais, como o álcool, as drogas e o fast food podem contribuir para desequilíbrios na dopamina no cérebro e causar problemas de saúde.

#5. Reduzir ambientes e atividades que provoquem stress: Praticar meditação, ioga, técnicas de respiração profunda e terapia cognitivo-comportamental, podem ajudar a aliviar o stress e equilibrar os neurotransmissores, equilibrando assim os níveis de dopamina no cérebro. 

Se estás a enfrentar problemas de saúde mental é crucial procurar orientação médica para um diagnóstico adequado e tratamento personalizado.

Related posts
Saúde & Bem EstarSaúde Mental

Ansiedade: identifica os sintomas e descobre como prevenir

SaúdeSaúde & Bem Estar

Ácido úrico elevado: o que é, sintomas e causas

SaúdeSaúde & Bem Estar

Blefarite: como tratar a inflamação das pálpebras

SaúdeSaúde & Bem Estar

Rosácea: mais do que vermelhidão